Terreno Baldio & The Nice

Para começar, estrearemos o blog com o Art Rock do Terreno Baldio & The Nice, edição 255, qe foi ao ar no dia 25/05/2008:

“Boa noite, depois de uma longa ausência, hoje vamos contar mais uma vez no nosso programa com a presença das nossas amigas… as gêmeas progressivas… Ana Paula e Ana Bárbara Vicentin…

Na nossa participação de hoje falaremos um pouco sobre um dos mais importantes grupos do progressivo nacional, o Terreno Baldio, que se apresentou no último dia 26 de abril na Virada Cultural em São Paulo, junto com outros grupos progressivos, como Casa das Máquinas, Mutantes, O Terço e o Som Nosso de Cada Dia.

Surgido no ano de 74, o lendário grupo paulista era formado por João Kurk nos vocais, flauta e percussão, Roberto Lazzarini nos teclados, que dividiu estúdios e palcos com nomes como Made in Brazil e Ronnie Von, além de Joaquim Corrêa na bateria, João Ascenção no baixo e completando a formação, Mozart Mello como segundo vocal e guitarrista. O grupo fazia uma música conceitual, enfatizando a liberdade e a natureza.

Em 75 o Terreno Baldio lançou pela gravadora Pirata o primeiro LP, batizado com o nome da banda. Mas as gravações originais desse álbum foram perdidas, impedindo novas prensagens, além da primeira de apenas 3.000 cópias. Nesse trabalho, um dos grandes impactos está na qualidade vocal de João Kurk, que com sua entonação característica de agudos excepcionais, associada a uma estrutura musical muitas vezes densa, fez o álbum obter grande sucesso ao vivo, quando apresentado no famoso festival Banana Progressiva. Receberam inclusive, em pesquisas realizadas pela Folha de São Paulo, o mérito de crítica como os melhores do ano de 76.

Ainda em 76, o Terreno Baldio lançou o LP “Além das Lendas Brasileiras”, com o tema das faixas sobre o folclore brasileiro exigido pela gravadora para fechar o contrato. Na ocasião, João Ascenção saiu do grupo, participando em seguida do retorno dos Secos e Molhados em 78. Então, Rodolfo Ayres Braga do Joelho de Porco o substituiu para as gravações do LP de 76.

Em 78 o grupo encerraria as atividades, mas em 93 Kurk, Mello e Lazzarini se reencontraram, agora junto com Renato Muniz no baixo e Ricardo Brasa na bateria, para refazer o primeiro trabalho, só que com as letras cantadas em inglês e algumas faixas extras. O primeiro disco de 75 também ganhou uma versão em CD no ano de 2003.

Fiquem agora com um pouco da genialidade do Terreno Baldio…

Vocês ouviram as faixas “Água que corre”, “Este é o Lugar” e “Grite” do primeiro trabalho de 75, “Terreno Baldio”. Depois foram “Passaredo”, “Primavera” e “Negrinho do Pastoreio”, do segundo trabalho de 76, “Além das Lendas Brasileiras”.

O Art Rock volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos homenagear o baterista de um grupo lendário que foi um dos responsáveis pela criação da linguagem progressiva… Brian Davidson, do genial The Nice, que viajou para muito longe da nossa pálida realidade nesse último dia 15 de abril…

Brian começou sua carreira em grupos pop como o Mark Leeman Five e The Habits, mas ele só se tornaria conhecido quando entrou para o Nice em 67, completando o time junto com o baixista e vocalista Lee Jackson e, é claro, com o grande tecladista Keith Emerson… com quem manteria uma furiosa rivalidade de palco… ambos disputando a atenção do público com suas performances viscerais…

Depois do fim do Nice, Brian Davidson formou o Every Which Way com o vocalista Grahan Bell, antes de formar outro grande grupo de vida curta, o Refugee… que acabou quando seu genial tecladista, o grande Patrick Moraz, decidiu que se daria melhor entrando para o Yes…

Brian Davidson passaria os anos seguintes no anonimato, dedicando-se ao ensino da percussão e tocando apenas em grupos de blues e jazz… só em 2002 ele voltaria a encontrar seus velhos companheiros na celebrada tour de reunião do Nice, que rendeu o álbum triplo “Vivacitas”… mas nós selecionamos material mais antigo, extraído dos álbuns “The Nice” e “Ars Longa Vita Brevis”… e esse último é uma escolha apropriada, pois o seu nome é o velho ditado latino que nos lembra que a vida não dura tanto quanto a arte…

Vocês ouviram The Nice, abrindo com “Intermezzo From The Karelia Suite”, faixa inspirada na composição de Sibelius… depois foi “Acceptance Brandenburger (3rd Movement)”, inspirada nos Concertos de Brandenburgo de Johan Sebastian Bach… na seqüência foi “Hang on to a Dream”, uma cover do grande Tim Hardim… e, para fechar, “Diary Of An Empty Day”.

Art Rock fica por aqui… agradecemos a presença da Ana Bárbara e da Ana Paula Vicentin… The Prog Twins… que produziram e apresentaram a primeira parte do programa de hoje… aos ouvintes obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem com a Paraná Educativa… 97,1.

Até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Set list:

TERRENO BALDIO

BG – QUANDO AS COISAS GANHAM VIDA – 2:03

TERRENO BALDIO – 1975

1. ÁGUA QUE CORRE – 4:49

2. ESTE É O LUGAR – 7:09

3. GRITE – 5:02

ALÉM DAS LENDAS BRASILEIRAS – 1976

4. PASSAREDO – 2:57

5. PRIMAVERA – 3:29

6. NEGRINHO DO PASTOREIO – 3:50

BG – CURUPIRA – 5:05

TOTAL – 26:36

THE NICE

BG – 4TH MOVEMENT DENIAL

1. INTERMEZZO FROM THE KARELIA SUITE – 8:57

2. ACCEPTANCE BRANDENBURGER (3RD MOVEMENT) – 4:27

3. HANG ON TO A DREAM – 4:46

4. DIARY OF AN EMPTY DAY – 4:41

BG – 2ND MOVEMENT REALIZATION

TOTAL – 23:51

GRAND TOTAL – 49:27

Para quem quiser ouvir o programa do Terreno Baldio & The Nice, que foi ao ar no dia 25/05/2008, ele pode ser baixado clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Anúncios

3 Respostas to “Terreno Baldio & The Nice”

  1. João Kurk Says:

    Perfeito.
    O texto sobre o Terreno Baldio é o resumo perfeito da sua história.
    Parabéns.
    🙂

    • Que bom que gostou do nosso programa com este ícone do prog nacional. E você faz parte disso! Um abraço mega especial para você que é, afinal uma das grandes figuras do grupo!
      Equipe ArtRock.

  2. AlemMar Says:

    Gosto muito do vosso programa. Faz parte da trilha sonora da minha vida. Pena que o primeiro não está disponível. É possível postá-lo novamente. Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: