Genesis

“Boa noite, no programa de hoje vamos trazer um dos grandes nomes do progressivo, o grande Genesis na época de seu líder original, o genial Peter Gabriel.
Esse grupo dispensa, é claro, maiores apresentações, pois é um dos nomes essenciais do prog. inglês, presente na própria fundação da linguagem progressiva no final dos anos 60 e acabando por se tornar um dos exemplos do seu auge como proposta… e também depois das muitas mudanças que o estilo sofreria nas décadas seguintes, procurando sobreviver em meio a uma realidade mercadológica que passou a ignorar tudo que não fosse comercial.
Mas isso seria bem mais tarde, depois da saída de Peter Gabriel, quando o grupo foi gradualmente passando a ser dominado pelo baterista e futuro hit maker Phil Collins, que tomaria o controle definitivo quando outra figura dominante, o guitarrista Steve Hackett, resolveu sair também no final dos anos 70.
Tudo isso estava distante na gênese deste grande grupo… e nós selecionamos para essa primeira parte do programa este período formador representado pelos seus dois primeiros álbuns… “From Genesis to Revelation”, lançado em 1969, e “Trespass”, que sairia em 1970…
Com o Genesis vocês ouviram “The Serpent”, “Am I Very Wrong”, “In The Wilderness”, “The Conqueror”, “White Mountain” e “Dusk”.
A gente volta já…
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
E agora vamos trazer mais um pouco do grande Genesis, na época de sua formação clássica, quando Phil Collins era apenas um grande baterista… e só cantava quando Peter Gabriel deixava.
Foi graças às alugações e ao lirismo de Peter Gabriel que o Genesis atingiu o seu ponto mais alto, tanto no aspecto criativo como enquanto fenômeno de mídia, causando um grande impacto com sua poética única, combinada com a riqueza teatral de suas apresentações ao vivo que marcariam época e influenciariam muitos outros grupos desde então.
Tanto a tradição progressiva italiana como o neo-prog dos anos 80 seriam tributários do legado do Genesis… e não seriam os únicos… isso seguiria até mesmo para outras famílias do rock, embora em muitos casos tenha se mesclado também com outras abordagens teatrais, algumas das quais haviam sido influências para os delírios do próprio Peter Gabriel.
E para fechar o programa essa vamos trazer uma daquelas coisas que só chegaram a nós recentemente, e através das vantagens abertas pela internet… um registro ao vivo no estádio de Wembley, em Londres, durante a lendária tour de 75… época do lançamento do álbum duplo “The Lamb Lies Down on Brodway”… o derradeiro trabalho com Peter Gabriel e um dos discos indispensáveis de qualquer coleção progressiva.
Vocês ouviram com o Geneis “The Grand Parade Of Lifeless Packaging”, “Back In N.Y.C.”, “Hairless Heart”, “Counting A Time”, “Carpet Crawlers” e “The Light Dies Down On Brodway”.
Art Rock fica por aqui… obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa… 97,1.
Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com, que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você vai poder fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… até a semana que vem.”
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *
SET LIST:
GENESIS FROM GENESIS TO REVELATION / TRESPASS
1. THE SERPENT – 4:38
2. AM I VERY WRONG – 3:31
3. IN THE WILDERNESS – 3:28
4. THE CONQUEROR – 3:40
5. WHITE MOUNTAIN – 6:43
6. DUSK – 4:14
TOTAL – 25:58
GENESIS WEMBLEY 75
7. THE GRAND PARADE OF LIFELESS PACKAGING – 3:04
8. BACK IN N.Y.C. – 6:08
9. HAIRLESS HEART – 2:35
10. COUNTING A TIME – 3:55
11. CARPET CRAWLERS – 5:43
12. THE LIGHT DIES DOWN ON BRODWAY – 3:32
TOTAL – 24:49
Total geral: 50:47
Ouça o Art Rock com Genesis, que foi ao ar no dia 10/05/2009, clicando aqui.
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

“Boa noite, no programa de hoje vamos trazer um dos grandes nomes do progressivo, o grande Genesis na época de seu líder original, o genial Peter Gabriel.

Esse grupo dispensa, é claro, maiores apresentações, pois é um dos nomes essenciais do prog. inglês, presente na própria fundação da linguagem progressiva no final dos anos 60 e acabando por se tornar um dos exemplos do seu auge como proposta… e também depois das muitas mudanças que o estilo sofreria nas décadas seguintes, procurando sobreviver em meio a uma realidade mercadológica que passou a ignorar tudo que não fosse comercial.

from_genesis_to_revelation

Mas isso seria bem mais tarde, depois da saída de Peter Gabriel, quando o grupo foi gradualmente passando a ser dominado pelo baterista e futuro hit maker Phil Collins, que tomaria o controle definitivo quando outra figura dominante, o guitarrista Steve Hackett, resolveu sair também no final dos anos 70.

Genesis-Trespass-Front

Tudo isso estava distante na gênese deste grande grupo… e nós selecionamos para essa primeira parte do programa este período formador representado pelos seus dois primeiros álbuns… “From Genesis to Revelation”, lançado em 1969, e “Trespass”, que sairia em 1970…

Com o Genesis vocês ouviram “The Serpent”, “Am I Very Wrong”, “In The Wilderness”, “The Conqueror”, “White Mountain” e “Dusk”.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer mais um pouco do grande Genesis, na época de sua formação clássica, quando Phil Collins era apenas um grande baterista… e só cantava quando Peter Gabriel deixava.

Foi graças às alugações e ao lirismo de Peter Gabriel que o Genesis atingiu o seu ponto mais alto, tanto no aspecto criativo como enquanto fenômeno de mídia, causando um grande impacto com sua poética única, combinada com a riqueza teatral de suas apresentações ao vivo que marcariam época e influenciariam muitos outros grupos desde então.

gabriel-lamb lies down live

Tanto a tradição progressiva italiana como o neo-prog dos anos 80 seriam tributários do legado do Genesis… e não seriam os únicos… isso seguiria até mesmo para outras famílias do rock, embora em muitos casos tenha se mesclado também com outras abordagens teatrais, algumas das quais haviam sido influências para os delírios do próprio Peter Gabriel.

E para fechar o programa essa vamos trazer uma daquelas coisas que só chegaram a nós recentemente, e através das vantagens abertas pela internet… um registro ao vivo no estádio de Wembley, em Londres, durante a lendária tour de 75… época do lançamento do álbum duplo “The Lamb Lies Down on Brodway”… o derradeiro trabalho com Peter Gabriel e um dos discos indispensáveis de qualquer coleção progressiva.

Vocês ouviram com o Geneis “The Grand Parade Of Lifeless Packaging”, “Back In N.Y.C.”, “Hairless Heart”, “Counting A Time”, “Carpet Crawlers” e “The Light Dies Down On Brodway”.

Art Rock fica por aqui… obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa… 97,1.

Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com, que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você vai poder fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

GENESIS FROM GENESIS TO REVELATION / TRESPASS

1. THE SERPENT – 4:38

2. AM I VERY WRONG – 3:31

3. IN THE WILDERNESS – 3:28

4. THE CONQUEROR – 3:40

5. WHITE MOUNTAIN – 6:43

6. DUSK – 4:14

TOTAL – 25:58

GENESIS WEMBLEY 75

7. THE GRAND PARADE OF LIFELESS PACKAGING – 3:04

8. BACK IN N.Y.C. – 6:08

9. HAIRLESS HEART – 2:35

10. COUNTING A TIME – 3:55

11. CARPET CRAWLERS – 5:43

12. THE LIGHT DIES DOWN ON BRODWAY – 3:32

TOTAL – 24:49

Total GERAL: 50:47

Ouça o Art Rock com Genesis, que foi ao ar no dia 10/05/2009, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: