Room & Tonton Macoute

“Boa noite, hoje teremos um programa com dois grupos ingleses que estão entre aqueles exemplos de muito talento, mas muito pouca sorte.

Vamos começar com o Room, grupo da cidade de Blandford, que misturava elementos de blues e jazz na sua amálgama progressiva, e lançou apenas um álbum em 1970, o genial “Pre-Flight”… e o rico instrumental do grupo e o excelente vocal de Jane Kevern ajudaram a criar a atmosfera desse ótimo disco que se tornaria rapidamente um item de colecionador, pelo menos até o seu lançamento pelo selo coreano Si-Wan, nos anos 90.

room-preflight

A história do Room é mais uma daquelas lutas ingratas para sair do anonimato. No final dos anos 60 eles se mudaram para os arredores de Londres, ganhando um concurso de rádio que lhes garantiu a atenção e um contrato com a Deram Records.

Infelizmente, a pouca repercussão do álbum e o entra e sai de músicos foram mais do que suficientes para condenar esta promessa progressiva a um fim prematuro… fiquem com um pouco de mais esse fragmento quase perdido do começo dos anos 70.

Vocês ouviram com o grupo Room, “Cemetery Junction”, “War”, “Andrômeda” e “No Warmth in my Life”, faixas extraídas do álbum “Pre-flight”, de 1970.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vocês vão conhecer outro grande grupo inglês de um disco só, o Tonton Macoute.

Formado no final dos anos 60, o Tonton Macoute tirou o seu nome da infame polícia secreta de “Papa” e “Baby Doc.” Duvalier, ditadores que dominaram por décadas do Haiti… mas na verdade o grupo não tinha nada de tão sombrio, exceto talvez pela capa de seu único álbum, lançado em 71… outra daquelas imagens geniais que só o grande fotógrafo Keef poderia nos presentear.

tonton-macoute

A sonoridade do álbum “Tonton Macoute” está mais para as paragens do jazz-rock, centrada em torno dos teclados e do vocal de Paul French, muito bem acompanhado pelo baixista e guitarrista Chris Gavin e pelos instrumentos de sopro e vocais de Dave Knowles.

Originalmente, o Tonton Macoute tinha sido descoberto pelo selo Vertigo, mas seu disco homônimo acabou saindo pela Neon Records, a divisão progressiva da RCA que, infelizmente, teve vida curta e acabou levando consigo muitas grandes promessas do prog. rock, como o Spring e o Indian Summer… e este foi o destino do Tonton Macoute… ainda que Paul French tenha seguido em frente para formar o Voyager, com quem lançaria três álbuns entre 77 e 81…

Com o Tonton Macoute, vocês ouviram “Just like Stone”, “Flying South in Winter”, “Dreams” e “Natural High”…

Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa, 97,1.

Visite o Blog do Art Rock em “https://artrock.wordpress.com” https://artrock.wordpress.com, que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você vai poder fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado…

Até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

ROOM

CEMETERY JUNCTION – 8:27

WAR – 5:03

ANDROMEDA – 5:05

NO WARMTH IN MY LIFE – 4:30

TOTAL – 22:55

TONTON MACOUTE

JUST LIKE STONE – 6:30

FLYING SOUTH IN WINTER – 6:26

DREAMS – 3:57

NATURAL HIGH – 10:48

TOTAL: 27:41

GRAND TOTAL – 50:36

Ouça o Art Rock com Room & Tonton Macoute, que foi ao ar no dia 02/08/2009, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Anúncios

2 Respostas to “Room & Tonton Macoute”

  1. Muito bom o trabalho de vcs. Parabéns!!!
    Luciene Rocha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: