Arquivo para fevereiro, 2010

The Who & Brian Wilson

Posted in Programas with tags , on 27/02/2010 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos começar o programa trazendo um dos grupos mais importantes da história do rock, o grande The Who…

Presença obrigatória na discoteca de qualquer bom roqueiro, independente das suas preferências, o grupo The Who sintetiza muita coisa do rock dos anos 60… tanto nos aspectos musicais como na sua trajetória enquanto banda e nas atribuladas vidas de seus integrantes… principalmente, é claro, os membros originais… Pete Townshend, Roger Daltrey, John Entwistle e Keith Moon.

Esse status de quase unanimidade foi conquistado graças ao talento de seus quatro integrantes, com destaque para Pete Townshend, o seu genial guitarrista… com a sua combinação de força e sensibilidade, através de performances viscerais e composições brilhantes, onde explorou os limites do rock como linguagem musical e poética.

Townshend foi um dos responsáveis pela afirmação das operas-rock como um gênero viável, em uma época em que as gravadoras insistiam em que as músicas não tivessem mais do que 3 minutos… e nós vamos trazer dois momentos semi-operísticos extraídos dos álbuns “A Quick One (Happy Jack)” de 66 e “Who Are You” de 78… o último disco lançado pelo grupo antes que Keith Moon deixasse a nossa realidade.

Vocês ouviram “Boris the spider”, “A Quick One, While he’s Away”, “Guitar and Pen” e “Who are You”… com The Who.

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos continuar na linguagem da opera-rock, mas trazendo um material gravado mais recentemente, ainda que na verdade seja uma história que começou há muito tempo atrás…

Estamos nos referindo ao álbum perdido dos Beach Boys, o lendário “Smile”, gravado em 67, mas que, devido a pressões da família e da gravadora, não foi finalizado na época pelo seu criador, o grande Brian Wilson… e que durante décadas só seria conhecido em versões piratas disputadas pelos fãs da psicodelia americana da década de 60… como a edição dupla de 93, pelo selo Vigotone.

 

Segundo a lenda, o disco deveria ter sido a obra-prima dos Beach Boys e um divisor de águas na história do rock… mas o restante do grupo se opunha ao trabalho, a gravadora também não estava convencida, a família de Wilson tentava o tempo todo fazer com que ele largasse aquela obsessão… e, para completar, os Beatles chegaram na frente com o “Sgt. Peppers”…

O álbum “Smile” acabou sendo engavetado e só iria ressurgir oficialmente (e incompleto) como parte da caixa “Good Vibrations” de 93… mas em 2004 seria a vez do próprio Brian Wilson retomar o projeto, regravando o álbum para lançá-lo como trabalho solo… e é essa versão, ganhadora do Grammy de melhor performance instrumental de rock naquele ano, que nós selecionamos para o programa de hoje.

Vocês ouviram Brian Wilson com “Our prayer-gee”, “Heroes and villains”, “Roll plymouth rock”, “Barnyard”, “Cabin essence”, “Wind chimes”, “Mrs. O’leary’s cow” e “Good vibrations”.

Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa, 97,1…
Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

THE WHO

1. BORIS THE SPIDER – 2:38

2. A QUICK ONE, WHILE HE’S AWAY – 9:10

3. GUITAR AND PEN – 5:56

4. WHO ARE YOU – 6:16

TOTAL: 24:00

BRIAN WILSON

1. OUR PRAYER-GEE – 2:09

2. HERBS AND VILLAINS – 4:53

3. ROLL PLYMOUTH ROCK – 3:48

4. BARNYARD – 0:58

5. CABIN ESSENCE – 3:27

6. WIND CHIMES – 2:54

7. MRS. O’LEARY’S COW – 2:27

8. GOOD VIBRATIONS – 4:36

TOTAL: 25:20

Total geral: 49:20

Ouça o Art Rock com The Who & Brian Wilson que foi ao ar no dia 14/02/2010, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Anúncios

Peter Hammill & Ken Hensley

Posted in Programas with tags , on 17/02/2010 by Artrock

“Boa noite, no Art Rock de hoje vamos trazer momentos das carreiras solo de duas figuras geniais, começando com o grande Peter Hammill do Van der Graaf Generator.

Claro que o Van der Graaf dispensa maiores apresentações, pois é um dos grupos essenciais do prog. rock, fundado no final dos anos 60 e responsável por álbuns antológicos como “Pawn Hearts”, “Still Life” e muitos outros, todos dominados por uma sonoridade única, assim como pela voz e a ansiedade inconfundíveis de Peter Hammill.

Mas ele também teve uma prolífica carreira solo, que começou logo depois do lançamento do primeiro compacto do Van der Graaf, ainda em 68, e que continua até hoje… com mais de trinta álbuns, para não falar de suas inúmeras colaborações e participações em trabalhos de amigos.

E para o programa de hoje nós selecionamos material do seu álbum de 2009, o genial “Thin Air”… que foi lançado na seqüência do álbum “Trisector” do Van Der Graaf… mostrando que Peter Hammill continua mantendo a sua veia criativa em plena forma, com faixas dominadas por climas acústicos e poucos teclados e guitarras… uma abordagem mais sutil, mas que é perfeita para a força da sua poética sombria e existencialista…

Vocês ouviram com Peter Hammill as faixas “The Mercy”, “Wrong Way Around”, “Undone”, “Diminish” e “The Top of the World Club”.

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um pouco da carreira solo de um dos grandes tecladistas da história do rock, o veterano Ken Hensley, que voltou a se apresentar nos últimos anos, depois de um longo silêncio…

Uma das figuras centrais do Uriah Heep, Ken Hensley deixou o grupo depois do álbum “Conquest”, de 1980… e ele levou consigo muito da identidade do som do grupo, pois, além dos teclados, ainda era um excelente guitarrista, vocalista… e também o principal compositor e letrista do Uriah Heep… mas, infelizmente, a primeira fase da sua carreira solo acabaria prematuramente depois de apenas três álbuns.

Em meados dos anos 80, ele entraria pelo grupo americano Black Foot, uma das lendas do south rock… mas, depois disso, passaria um longo tempo afastado da música, voltando somente no final da década de 90, e mantendo desde então um fluxo constante de novos trabalhos, assim como excursões e outros projetos, como a Hensley-Lawton Band e uma outra dupla, também com um ex-Uriah Heep, o baixista e vocalista John Wetton…

Nessa nova fase da sua carreira Ken Hensley mantém ainda um contato freqüente com seus fãs pela internet… e, pelo ritmo que ele vem mantendo, está tentando recuperar o tempo perdido… mas os seus trabalhos mais recentes ficam para outro programa, por hoje vocês ficam com o genial “Proud Words on a Dusty Shelf” de 73, o seu primeiro álbum solo, onde ele já deixava claro quem era a força criativa responsável pelo lado mais viajante e lírico do Uriah Heep.

Vocês ouviram Ken Hensley com as faixas “When Evening Comes”, “From Time to Time”, “Rain”, “Fortune” e “Cold Autumn Sunday”.
Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa, 97,1…
Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

PETER HAMMILL

BG – STUMBLED

1.THE MERCY – 6:21

2.WRONG WAY AROUND – 2:41

3.UNDONE – 4:25

4.DIMINISH – 6:11

5.THE TOP OF THE WORLD CLUB – 7:04

BG – IF WE MUST PART LIKE THIS

TOTAL: 26:42

KEN HENSLEY

BG – PROUD WORDS

1.WHEN EVENING COMES – 4:37

2.FROM TIME TO TIME – 3:38

3.RAIN – 3:16

4.FORTUNE – 5:18

5.COLD AUTUMN SUNDAY – 5:30

BG – KING WITHOU A THRONE

TOTAL: 22:19

Total geral: 49:01

Ouça o Art Rock com Peter Hammill & Ken Hensley que foi ao ar no dia 07/02/2010, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Butterfly Ball & P.A.L

Posted in Programas with tags , on 06/02/2010 by Artrock

“Boa noite… no programa de hoje vamos trazer dois exemplos de uma das mais prolíficas famílias do rock… dois projetos envolvendo membros do grande Deep Purple…

E vamos começar com o álbum conceitual do baixista Roger Glover… “The Butterfly Ball and the Grasshopper’s Feast”, que foi baseado no poema de William Roscoe, escrito em 1802 e transformado em um livro para crianças em 1973, com ilustrações de Alan Aldridge, famoso por inúmeras capas de álbuns dos anos 60 e 70 e que levaria a idéia adiante, realizando um curta de animação, para o qual Roger Glover compôs a faixa “Love is All”.

 

A resposta foi muito boa e chegou a se anunciado um filme completo de longa metragem… mas, infelizmente, ele nunca saiu do papel… só a trilha sonora acabaria emergindo no ambicioso álbum que Roger Glover lançaria em 74, com a participação de Ronnie James Dio, David Coverdale, Glenn Hughes, Tony Ashton, Eddie Jobson, John Lawton, Eddie Hardin, Ray Fenwick, Mike Moran e muitos outros… além do próprio Roger, é claro.

O musical chegou a ser apresentado como uma ópera rock nos anos 70… mas, apesar da popularidade da faixa “Love is All”, que se tornaria tema de programas de TV na França e na Austrália, essa trabalho permaneceria no limbo por muitos anos… só em 95 seria relançado pela Repertoire Records… e, em 99, o Deep Purple homenagearia a obra no seu álbum ao vivo com a Sinfônica de Londres no Royal Albert Hall… mas nós selecionamos faixas do trabalho original…

Vocês ouviram Roger Glover com “Dawn”, “Get Ready”, “Magician’s Moth”, “Behind the smile”, “Sitting in a Dream”, “Sir Maximus Mouse”, “Watch out for the Bat”, “Little chalk blue”, “The Feast” e “Love is All”… faixas extraídas do àlbum “The Butterfly Ball and the Grasshopper’s Feast”, de 74.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um dos primeiros filhotes do Deep Purple, o grupo Paice, Ashton & Lord…

A história do P.A.L. começou depois da primeira separação do Deep Purple em 76… que deixou seus integrantes à procura de novos projetos… e uma das primeiras iniciativas foi justamente do baterista Ian Paice e do tecladista Jon Lord, que chamaram um velho amigo, o vocalista Tony Ashton, para tentar alguma coisa… com o restante do grupo sendo recrutado a partir de um anúncio nas revistas de rock da Inglaterra.

Eles queriam músicos que tivessem um estilo mais americano, e os escolhidos foram o baixista Paul Martinez (ex-Stretch) e o guitarrista Bernie Marsden (ex-Babe Ruth)… e o resultado foi o álbum “Malice in the Wonderland”, de 77… seguido de uma tour concorrida pelo Reino Unido, apresentações gravadas para a BBC e uma grande expectativa para a tour européia…

Mas, apesar dos gastos nos cenários e preparações, a excursão acabou sendo cancelada… e a gravação do segundo álbum do grupo nunca foi concluída… depois de pouco mais de um ano, o Paice, Ashton & Lord encerrou atividades… só recentemente foram lançados CDs e um DVD ao vivo… mas, para fechar o Art Rock de hoje, vocês ficam com faixas da edição especial do primeiro álbum do P.A.L., que saiu em 2001 e trouxe bastante material inédito desse grupo de vida curta…

Vocês ouviram com Paice, Ashton & Lord, também conhecido como P.A.L. as faixas “Ghost Story”, “On the Road Again, Again”, “Sneaky Private Lee” e “Ballad of Mr. Giver”.

Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa, 97,1…

Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BUTTERFLY BALL

1.DAWN –1.21

2.GET READY – 2.06

3.MAGICIAN MOTH – 1.33

4.BEHIND THE SMILE –1.46

5.SITTING IN A DREAM – 3.40

6.SIR MAXIMUS MOUSE – 2.35

7.WATCH OUT FOR THE BAT – 1.41

8.LITTLE CHALK BLUE – 3:44

9.THE FEAST – 1.48

10.LOVE IS ALL – 3.14

TOTAL – 23:32

P.A.L.

1.GHOST STORY – 5:45

2.ON THE ROAD AGAIN, AGAIN – 3:57

3.SNEAKY PRIVATE LEE – 6:06

4.BALLAD OF MR. GIVER (LIVE) – 9:50

TOTAL: 25:38

Total geral: 49:24

Ouça o Art Rock com Butterfly Ball & P.A.L que foi ao ar no dia 31/01/2010, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

“Boa noite… no programa de hoje vamos trazer dois 

exemplos de uma das mais prolíficas famílias do rock…

dois projetos envolvendo membros do grande Deep

Purple…

E vamos começar com o álbum conceitual do baixista

Roger Glover… “The Butterfly Ball and the

Grasshopper’s Feast”, que foi baseado no poema de

William Roscoe, escrito em 1802 e transformado em um

livro para crianças em 1973, com ilustrações de Alan

Aldridge, famoso por inúmeras capas de álbuns dos

anos 60 e 70 e que levaria a idéia adiante,

realizando um curta de animação, para o qual Roger

Glover compôs a faixa “Love is All”.

A resposta foi muito boa e chegou a se anunciado um

filme completo de longa metragem… mas, infelizmente,

ele nunca saiu do papel… só a trilha sonora acabaria

emergindo no ambicioso álbum que Roger Glover

lançaria em 74, com a participação de Ronnie James

Dio, David Coverdale, Glenn Hughes, Tony Ashton,

Eddie Jobson, John Lawton, Eddie Hardin, Ray Fenwick,

Mike Moran e muitos outros… além do próprio Roger, é

claro.

O musical chegou a ser apresentado como uma ópera

rock nos anos 70… mas, apesar da popularidade da

faixa “Love is All”, que se tornaria tema de

programas de TV na França e na Austrália, essa

trabalho permaneceria no limbo por muitos anos… só em

95 seria relançado pela Repertoire Records… e, em 99,

o Deep Purple homenagearia a obra no seu álbum ao

vivo com a Sinfônica de Londres no Royal Albert Hall…

mas nós selecionamos faixas do trabalho original…

Vocês ouviram Roger Glover com “Dawn”, “Get Ready”,

“Magician’s Moth”, “Behind the smile”, “Sitting in a

Dream”, “Sir Maximus Mouse”, “Watch out for the Bat”,

“Little chalk blue”, “The Feast” e “Love is All”…

faixas extraídas do àlbum “The Butterfly Ball and the

Grasshopper’s Feast”, de 74.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um dos primeiros filhotes do

Deep Purple, o grupo Paice, Ashton & Lord…

A história do P.A.L. começou depois da primeira

separação do Deep Purple em 76… que deixou seus

integrantes à procura de novos projetos… e uma das

primeiras iniciativas foi justamente do baterista Ian

Paice e do tecladista Jon Lord, que chamaram um velho

amigo, o vocalista Tony Ashton, para tentar alguma

coisa… com o restante do grupo sendo recrutado a

partir de um anúncio nas revistas de rock da

Inglaterra.

Eles queriam músicos que tivessem um estilo mais

americano, e os escolhidos foram o baixista Paul

Martinez (ex-Stretch) e o guitarrista Bernie Marsden

(ex-Babe Ruth)… e o resultado foi o álbum “Malice in

the Wonderland”, de 77… seguido de uma tour

concorrida pelo Reino Unido, apresentações gravadas

para a BBC e uma grande expectativa para a tour

européia…

Mas, apesar dos gastos nos cenários e preparações, a

excursão acabou sendo cancelada… e a gravação do

segundo álbum do grupo nunca foi concluída… depois de

pouco mais de um ano, o Paice, Ashton & Lord encerrou

atividades… só recentemente foram lançados CDs e um

DVD ao vivo… mas, para fechar o Art Rock de hoje,

vocês ficam com faixas da edição especial do primeiro

álbum do P.A.L., que saiu em 2001 e trouxe bastante

material inédito desse grupo de vida curta…

Vocês ouviram com Paice, Ashton & Lord, também

conhecido como P.A.L. as faixas “Ghost Story”, “On

the Road Again, Again”, “Sneaky Private Lee” e

“Ballad of Mr. Giver”.

Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência,

tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa,

97,1…

Visite o Blog do Art Rock em

https://artrock.wordpress.com… que é administrado pela

nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você

pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar

o seu recado… até a semana que vem.”
* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BUTTERFLY BALL

1.DAWN –1.21

2.GET READY – 2.06

3.MAGICIAN MOTH – 1.33

4.BEHIND THE SMILE –1.46

5.SITTING IN A DREAM – 3.40

6.SIR MAXIMUS MOUSE – 2.35

7.WATCH OUT FOR THE BAT – 1.41

8.LITTLE CHALK BLUE – 3:44

9.THE FEAST – 1.48

10.LOVE IS ALL – 3.14

TOTAL – 23:32

P.A.L.

1.GHOST STORY – 5:45

2.ON THE ROAD AGAIN, AGAIN – 3:57

3.SNEAKY PRIVATE LEE – 6:06

4.BALLAD OF MR. GIVER (LIVE) – 9:50

TOTAL: 25:38

Total geral: 49:24

Ouça o Art Rock com Butterfly Ball & PAL que foi ao

ar no dia 31/01/2010, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

It Bites

Posted in Programas with tags on 03/02/2010 by Artrock

“Boa noite… no programa de hoje vamos trazer um grupo que já passou dos vinte anos de carreira, mas que é pouco conhecido aqui no Brasil… o It Bites.

Membro da primeira geração do movimento neo-progressivo dos anos 80, o It Bites foi formado em Egremont, na Inglaterra, em 82… a partir do encontro do baixista Dick Nolan, do baterista Bob Dalton e do guitarrista Francis Dunnery (irmão de Barry Dunnery, dos lendários grupos Necromandus e Violinski)… mas foi só com a entrada do tecladista John Beck que eles tomaram forma… ainda como uma banda de covers.

 

 

Só em 84 eles começaram a levar a carreira a sério, se mudando para Londres e começando a compor material próprio… que lhes valeu um contrato com a Virgin Records e um inesperado sucesso com o seu segundo compacto… “Calling All the Heroes”, faixa que apareceria também no primeiro álbum do grupo, “The Big Lad in the Windmill” de 86… que ainda era mais voltado para o pop rock…

Foi só a partir do trabalho seguinte, “Once Around the World” de 88, que eles puderam se voltar mais para o progressivo, com a ajuda do grande Steve Hillage, que cuidou da produção… mas o álbum de 89, “Eat me in St. Louis”, acabaria sendo o último com Francis Dunnery nas guitarras e vocal, pois ele sairia pouco depois devido a desentendimentos com o resto do grupo… e, para essa primeira parte do programa, nós selecionamos faixas dessa fase inicial do It Bites.

Vocês ouviram com grupo inglês It Bites, com “Rose Marie”, “Old Man and the Angel”, “Underneath your Pillow” e “Sister Sarah”.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar trazendo o It Bites, agora com o seu lançamento de 2008, o álbum “The Tall Ships”.

Depois da saída de Francis Dunnery, o grupo tentou seguir em frente, recrutando o vocalista Lee Knott, enquanto John Beck assumia as guitarras… mas o novo disco de estúdio acabou sendo adiado e eles lançaram em 91 o álbum ao vivo “Thank you and Good Night”… acabando por resolver mudar de nome, primeiro para Navajo Kiss e depois para Sister Sarah… antes de se separarem de vez.

Seguindo com suas carreiras, os vários integrantes só se reencontraram em 2003, em um show de Francis Dunnery na Union Chapel de Londres… uma reunião totalmente inesperada e que acabou se tornando o catalisador para uma volta do grupo… só que ela não ocorreu exatamente como todos esperavam.

Com uma carreira solo bem estabelecida, Francis Dunnery não teve como voltar a se comprometer com o It Bites e foi substituído pelo guitarrista e vocalista John Mitchell… mas desta vez eles conseguiram manter a coesão e o resultado foi o álbum ao vivo “When the Lights go Down” de 2007, seguido em 2008 por “The Tall Ships”… o primeiro registro de estúdio do grupo desde 1990…

Vocês ouviram com o It Bites com “The Wind That Shakes the Barley”, “Lights” e “This is England”.

Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa, 97,1…
Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… té a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

IT BYTES

BG –  MURDER OF THE PLANET

1.    ROSE MARIE – 3:34

2.    OLD MAN AND THE ANGEL – 9:21

3.    UNDERNEATH YOUR PILLOW – 5:27

4.    SISTER SARAH – 4:20

BG – STILL TOO YOUNG TO REMEMBER

TOTAL – 22:42

IT BYTES

BG –  THE TALL SHIPS

5.    THE WIND THAT SHAKES THE BARLEY – 8:12

6.    LIGHTS – 4:55

7.    THIS IS ENGLAND – 13:35

BG –  GHOSTS

TOTAL: 26:42

Total geral: 49:24

Ouça o Art Rock com It Bites que foi ao ar no dia 24/01/2010, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *