Arquivo para junho, 2012

Babe Ruth

Posted in Programas with tags on 26/06/2012 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos trazer dois exemplos do progressivo britânico, começando com um grupo que não teve muita sorte, apesar do grande talento… o excelente Babe Ruth.



O grupo foi fundado em 71, na Inglaterra… e, originalmente, eles se chamavam Shacklock… nome tirado do seu guitarrista, Alan Shacklock… na época, eles já contavam em sua formação com a carismática vocalista Janita Haan, mas logo mudariam de nome para Babe Ruth, inspirados naquele que é considerado o maior jogador de baseball de todos os tempos.

O álbum “First Base” sairia em 72 e foi um grande trabalho, mostrando toda a força da voz poderosa de Jenny Haan, que dava uma sonoridade com toques de blues & soul às alugações progressivas de Shacklock… e essa combinação ficaria ainda mais evidente nos álbuns seguintes, “Amar Caballero” e “Babe Ruth”.

Uma das características do grupo foi a sua predileção por temáticas com ecos das representações cinematográficas do Velho Oeste, incluindo incursões pelos temas musicais dos westerns do genial Sergio Leone… algo que já estava presente no primeiro disco do grupo, “First Base”, que nós selecionamos para essa primeira parte do programa de hoje.

Vocês ouviram com o Babe Ruth as faixas “Wells Fargo”, “Runnaways”, “Black Dog” e “Theme from ‘For a few dollars more’”… uma homenagem do grupo ao grande Ennio Morricone.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora voltamos com mais um pouco do Babe Ruth, da vocalista Jenny Haan… um grande grupo que não teria uma carreira muito longa…

Apesar dos ótimos álbuns e da qualidade do seu som, o Babe Ruth infelizmente, nunca conseguiu se firmar, em parte devido ao entra e sai de músicos… o próprio Alan Shacklock acabou saindo depois do álbum “Babe Ruth”, de 75, sendo substituído pelo guitarrista Bernie Marsden (ex-Wild Turkey e futuro Whitesnake)… e nem mesmo Jenny Haan ficaria até o fim, saindo depois do disco seguinte para integrar o grupo Strider e depois o Lions, ambos de vida curta…

Sem mais nenhum membro da formação original, o Babe Ruth lançaria em 76 o álbum “Kid Stuff”, que contava com a vocalista Ellie Hope e tinha bons momentos, apesar de soar diferente e não ter sido muito bem recebido em meio à ascensão do punk rock na Inglaterra… e este acabaria sendo o último registro do grupo, antes de se separarem de vez ainda naquele ano…

Mesmo sendo reconhecida como uma grande vocalista, Jenny Haan praticamente se retiraria do mundo da música… exceto por algumas aparições ocasionais, como o single solo “We drove em all mad” de 79 ou no clássico álbum “Fisherman’s Blues” dos Waterboys… mas, em 2006 Jenny, Alan e os outros membros originais do grupo voltaram a se reunir, lançando em 2009 o álbum “Qué Pasa”… mas ele fica para outro programa, por hoje nós vamos fechar com faixas da fase áurea do Babe Ruth…

Vocês ouviram “Dancer”, “We people darker than blue”, “The Duchess of Orleans”, “It’ll happen in time” e “Tomorrow (joining of the day)”, com o Babe Ruth.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BABE RUTH

BG – KING KONG

1. WELLS FARGO – 6:17

2. THE RUNNAWAYS – 7:27

3. BLACK DOG – 8:03

4. THEME FROM “FOR A FEW DOLLARS MORE” – 3:35

BG – THE MEXICAN

TOTAL: 24:07

BABE RUTH

BG – SAD BUT RICH

5. DANCER – 6:05

6. WE PEOPLE DARKER THAN BLUE – 4:46

7. THE DUCHESS OF ORLEANS – 5:04

8. IT’LL HAPPEN IN TIME – 5:34

9. TOMORROW (JOINING OF THE DAY) 5:05

BG – A FISTFULL OF DOLLARS

TOTAL – 26:33

GRAND TOTAL – 50:40

Ouça o Art Rock com o Babe Ruth que foi ao ar no dia 23/06/2012, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Anúncios

Henry Cow

Posted in Programas with tags on 18/06/2012 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje vamos experimentar o lado mais vanguardista do progressivo, trazendo o grupo fundador do movimento RIO… Rock In Opposition… o genial Henry Cow!

Esse grupo excepcional foi fundado em 68 por dois estudantes da Universidade de Cambridge, na Inglaterra… os multi-instrumentistas Fred Frith e Tim Hodgkinson… além deles estava também Andy Powell, que assumira o baixo e a bateria… e eles se apresentavam em gigs na universidade, enquanto desenvolviam o seu som, que tomaria forma na virada para os anos 70, quando eles começaram a se apresentar em espaços mais tradicionais, incluindo o Festival de Glastonbury de 71, junto do grande Gong…

Foi nessa época que o lugar de baterista seria preenchido por Chris Cutler… enquanto o grupo fazia as suas primeiras gravações graças ao lendário produtor de rádio John Peel, gravando apresentações para a BBC Radio 1… mas só em 73 eles só assinariam com a Virgin Records, lançando o genial “Legend” (ou leg end como também é conhecido), que já trazia na capa a famosa meia que se tornaria uma das marcas do grupo.

Para essa primeira parte do programa nós selecionamos um pouco desse disco indispensável, onde o som do Henry Cow já se mostrava impossível de categorizar… e ainda mostrava outra de suas marcas registradas… o engajamento político de esquerda, com a crítica implacável do capitalismo desenfreado e da sociedade de consumo… confiram um pouco desse álbum radical.

Vocês ouviram “Nirvana for mice”, “Amigdala”, “Extract from ‘with the yellow half-Moon and blue star’”, “Teenbeat reprise” e “Nine funerals of the citizen king” com o Henry Cow.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer mais um pouco do Henry Cow, que foi um verdadeiro catalizador, gerando todo um movimento musical, cujos descendentes também marcariam época.

Ainda em 73, o saxofonista e flautista Geoff Leigh deixou o grupo, e eles chamaram para o seu lugar a genial Lindsay Cooper, que participaria das gravações do álbum “Unrest”… mas, eles se recusaram a se tornar um grupo de rock convencional, rompendo com as apresentações tradicionais que os incluiriam em um ritmo típico do mercado cultural e passando a buscar alternativas.

Em um momento em que outros grupos estariam tentando consolidar suas posições, o Henry Cow resolveu ir participar de um álbum do grupo Slapp Happy… e depois do lançamento de “Desperate Straights” os dois grupos se uniram só para se separar pouco tempo depois, com a vocalista Dagmar Krause permanecendo no Henry Cow, que seguiria em frente… sempre evitando integrar os circuitos convencionais que os enquadrariam nos padrões mercadológicos.

Em 78 eles gravariam o que seria o seu último álbum, “Western Culture”… mas a essa altura já haviam decidido se separar sem avisar ninguém… e antes disso deflagraram o movimento RIO (Rock In Opposition), lançado ainda em 78 depois de um festival que reuniria os “grupos que as gravadoras não querem que ninguém escute”… todos os integrantes desse grupo seminal continuam na luta, sem dar tréguas para o inimigo… mas nós vamos fechar com faixas de “In Praise of Learning”, do grande Henry Cow…

Com o Henry Cow vocês ouviram a suite “Living in the heart of the beast” e “Beautiful as the Moon – Terrible as an army with banners”.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

HENRY COW

BG – TEENBEAT

1. NIRVANA FOR MICE – 4:56

2. AMIGDALA– 6:58

3. EXTRACT FROM WITH THE YELLOW HALF MOON AND BLUE STAR – 3:38

4. TEENBEAT REPRISE – 5:04

5. NINE FUNERALS OF THE CITIZEN KING – 5:30

BG – THE TENTH CHAFFINCH

TOTAL – 26:06

HENRY COW

BG – WAR

6. LIVING IN THE HEART OF THE BEAST – 16:18

7. BEAUTIFUL AS THE MOON – TERRIBLE AS AN ARMY WITH BANNERS – 7:02

BG – BEGINNING OF THE LONG MARCH

TOTAL – 23:10

GRAND TOTAL – 49:16

Ouça o Art Rock com o Henry Cow que foi ao ar no dia 16/06/2012, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Bee Gees & Fraternity

Posted in Programas with tags , on 06/06/2012 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos começar o programa prestando uma homenagem a um membro de uma família de músicos que muitos hoje só associam à discoteca, mas que começaram como uma banda pop nos anos 60… e com momentos bem elaborados.

Estamos nos referindo aos Bee Gees, que já usavam esse nome antes mesmo de quatro cabeludos de Liverpool se tornarem os Beatles… nascidos na Inglaterra, os irmãos Barry, Robin e Maurice Gibb, montaram no começo um grupo chamado The Rattlesnakes… mas, quando a década de 60 começava, eles já eram os Bee Gees e se apresentavam em shows de TV na Austrália, país para onde haviam se mudado com os pais em 58… e, poucos anos depois, eles já eram um fenômeno em todo o mundo.

Mas, como muitos outros grupos dos anos 60, eles não se contentaram com a simplicidade do formato da música pop… e, ao final da década, também procuraram se aventurar em sua sonoridade… e o resultado dessas experiências foi aquele que muitos consideram o seu melhor trabalho: o álbum duplo “Odessa”, de 69… em que mostram todo o seu potencial, misturando a sua rica estrutura melódica com climas e arranjos orquestrais… algo que, infelizmente, eles não voltariam a fazer com a mesma força.

Eles já estavam meio esquecidos em meados dos anos 70… e a pressão para voltar a fazer sucesso levou o produtor Robert Stigwood a convencer o grupo a investir na disco music… eles ganhariam milhões de dólares, mas nunca mais seriam os mesmos… Robin Gibb deixou o nosso plano da realidade em 20 de maio de 2012, e nós vamos lembrar o lado mais viajante dos Bee Gees com faixas do seu red album, o ambicioso “Odessa”.

Vocês ouviram “Odessa”, “Marley Purt Drive”, “Edison”, “Suddenly”, “Lamplight” e “The British Opera” com os Bee Gees…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer outro grupo que sairia da Austrália para o mundo, embora o seu mais famoso integrante também viesse do Reino Unido.

Ronald Bedford Scott nasceu na Escócia, mas mudou-se com os pais para a Austrália quando ainda era criança… e ele tocaria com os grupos The Spektors e The Valentines, antes de se tornar o vocalista do Fraternity… um grupo com tendências progressivas e uma sonoridade bem diferente daquela que as pessoas estão acostumadas a associar com esse cantor… pois ele é mais conhecido pelo seu apelido… Bon Scott… e se tornaria um grande nome do rock dos anos 70 só depois que entrou para o AC-DC.

O Fraternity tinha sido formado em Sidney em 1970, mas pouco depois eles se mudariam para o Sul da Austrália… e alcançariam alguma repercussão, chegando a lançar dois álbuns e tentar a sorte na Inglaterra, por onde excursionariam em 73… mas a viagem não deu muito certo… no fim, o grupo acabou voltando para casa e mudando de nome para Fang, antes de se separar.

Bon Scott iria para o Mount Lofty Rangers… sofreria um acidente de moto e foi integrar o AC-DC em 74, depois de se recuperar… o Fraternity voltaria a se reunir com outras formações, chegando a incluir o vocalista Jimmy Barnes do Cold Chisel… e eles ainda mudariam de nome mais uma vez, tornando-se Mickey Finn e lançando mais um álbum em 1980… mas, para o programa de hoje, nós selecionamos faixas do seu disoco de estreia… “Livestock”, de 71… com Bon Scott nos vocais…

Vocês ouviram “Seasons of Change”, “Raglan’s Folly”, “Jupiter’s Landscape”, “You have a God” e “It”… com o Fraternity.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BEE GEES

BG – WHISPER WHISPER

1. ODESSA – 7:36

2. MARLEY PURT DRIVE – 4:28

3. EDISON – 3:07

4. SUDDENLY – 2:28

5. LAMPLIGHT – 4:48

6. THE BRITISH OPERA – 3:16

BG – MELODY FAIR

TOTAL – 25:44

FRATERNITY

BG – THE RACE PART II

7. SEASONS OF CHANGE – 3:37

8. RAGLAN’S FOLLY –6:04

9. JUPITER’S LANDSCAPE – 2:48

10. YOU HAVE A GOD – 2:28

11. IT – 8:28

BG – GRAND CANYON SUITES

TOTAL – 23:24

GRAND TOTAL – 49:08

Ouça o Art Rock com o Bee Gees & Fraternity que foi ao ar no dia 02/06/2012, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *