Ravi Shankar

“Boa noite, no programa de hoje vamos lembrar um dos nomes mágicos da música contemporânea, o grande Ravi Shankar, que por sua obra, deve ter deixado para trás o ciclo dos renascimentos e sua sutil essência já se reencontrou com Brama.

Ravi-Shankar-Live-At-The-Monte-504205

Nascido em 1920, Ravi Shankar já tinha uma longa carreira quando George Harrison conheceu o seu som através dos Byrds e acabou por introduzir a cítara no rock com a canção “Norwegian Wood” do álbum “Rubber Soul” dos Beatles… era o ano de 65, e logo muitos outros grupos estavam experimentando com instrumentos indianos, compondo faixas que, mais tarde, seriam descritas como raga rock.

Em 66, enquanto Brian Jones dos Rolling Stones também decidia tocar cítara na faixa “Paint it Black”, George Harrison viajava para a Índia para estudar com Shankar… que, a essa altura, estava se tornando uma celebridade em todo o mundo… em pouco tempo ele seria uma das referências para o nascente rock psicodélico, se apresentando no Monterrey Pop Festival ao mesmo tempo que ganhava um Grammy por sua colaboração com o violinista Yehudi Menuhin.

Ainda em 67 a Danelectro lançaria a primeira eletric sitar, tornando ainda mais presente o instrumento no mundo do rock… Traffic, The Kinks, The Mamas & The Papas, The Animals, The Incredible String Band, The Moody Blues… e até os Monkees, o Shocking Blue e muitos outros… todos foram influenciados por Ravi Shankar… e nós vamos começar trazendo um pouco da sua passagem pelo Festival de Monterrey.

Vocês ouviram Ravi Shankar com “Raga Bhimpalasi”… na abertura do sábado, dia 18 de junho de 1967… o terceiro e último dia do Monterrey Pop Festival.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar trazendo um pouco do som de Ravi Shankar, que deixou o nosso plano da realidade no último dia 11 de dezembro…

Passages

Ao final dos anos 60, Shankar já era reconhecido como o maior expoente da música indiana e celebrado pelos roqueiros em todo o mundo, que o conheciam graças à sua influência nas obras de tantos grupos, desde os grandes nomes até artistas mais obscuros… mas a sua produção sempre havia sido ligada à música erudita, e ele se distanciaria gradualmente do mundo do rock depois de sua participação no “Concert for Bangladesh” de George Harrison…

Ele tinha problemas cardíacos desde os anos 70, mas nunca se retirou formalmente do mundo da música, continuando a gravar e excursionar, incluindo trabalhos com sua filha Anoushka Shankar, com quem ele realizaria seu último concerto, em 4 de novembro de 2012.

Para fechar esse programa, nós selecionamos uma das suas muitas colaborações, o álbum “Passages”, de 1990, que ele gravou com o genial Philp Glass… esse trabalho mescla as estruturas complexas da música indiana com arranjos orquestrais e climas minimalistas, criando um cruzamento único de linguagens… fiquem com um pouco de mais essa mostra da universalidade da música de Pandit Ravi Shankar…

Vocês ouviram “Sadhanipa”, “Ragas in minor scale” e “Meetings along the edge”, com Ravi Shankar e Phillp Glass… e vamos avisar os nossos ouvintes que, no próximo dia 18, nosso programa estará completando 15 anos ininterruptos no ar… por isso nosso próximo programa será um especial de aniversário.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

RAVI SHANKAR

BG – DUN (DADRA AND FAST TEENTAL)

1. RAGA BHIMPALASI – 26:35

BG – DUN (DADRA AND FAST TEENTAL)

TOTAL – 26:35

RAVI SHANKAR

BG – PRASHANTI

1. SADHANIPA – 8:36

2. RAGAS IN MINOR SCALE – 7:37

3. MEETINGS ALONG THE EDGE – 8:11

BG – CHANNELS AND WINDS

TOTAL – 24:24

TOTAL GERAL – 50:59

Ouça o Art Rock com o Ravi Shankar que foi ao ar no dia 15/12/2012, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Anúncios

4 Respostas to “Ravi Shankar”

  1. André Tramujas Says:

    Parabéns Vidal
    deixei de ler a Folha pra valer no dia que o Ravi Shankar morreu
    os cretinos publicaram um texto confundindo o Ravi com o L. Shankar (aquele cara do Shakti)! Inacreditável!

  2. É o cúmulo. Tipo da coisa que é muito bom alguém contar para a gente – não leio a Folha a tempos, então não ia ficar sabendo dessa mancada lamentável… dá para ver mesmo a incrível decadência da velha Folha, e pensar que já foi um dos jornais mais sérios do Brasil. Depois que migrou para a direita ela nunca mais foi a mesma, mas não saber que Shankar é que tinha morrido e publicar errado – quando uma busca de 10 segundos no Google já iria explicar tudo para o aprendiz de jornalista que estava encarregado da matéria… é o fim da picada mesmo.

    Abraços!
    Vidal Costa – Equipe ArtRock

    • André Tramujas Says:

      Disseram que o Ravi Shankar fundou o Shakti com o McLaughlin e depois lançou disco produzido pelo Zappa! Só faltou dizer que o Ravi Shankar tocou naquele disco do Sérgio Dias de 79, ha ha ha! Escrever no caderno de cultura do maior jornal do país e não saber quem é o RAVI Shankar (sobrenome que na Índia é igual Silva aqui) diz tudo sobre o nível da atual imprensa brasileira.
      Grande abraço e viva o Rock Viagem!
      André

      p.s.
      já viu esses rockumentaries da BBC?
      prog:

      e hard

  3. Obrigado pelos vídeos grande grande André!
    Equipe ArtRock

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: