Arquivo para maio, 2014

Bloodrock

Posted in Programas with tags on 29/05/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos atender ao nosso ouvinte Augusto da Veiga, que pediu um programa com um grande grupo americano dos anos 70… o Bloodrock.

Bloodrock_-_Bloodrock_2

 

Formado em Forth Worth, no Texas, em 1963, o grupo se chamava originalmente The Naturals e chegou a lançar um compacto em 65… na época, a formação já contava com o baterista e vocalista Jim Rutledge, com o guitarrista Nick Taylor e o baixista Ed Grundy… e eles acabaram mudando o nome para Crowd enquanto seu som evoluía com a entrada do tecladista Stevie Hill e de Lee Pickens para a segunda guitarra… Eles continuaram gravando compactos até 69, quando conheceram Terry Knight, o lendário produtor do Grand Funk Railroad, que se interessou pelo grupo e sugeriu um nome mais visceral… Bloodrock… e ele chegou até a desenhar a capa do primeiro álbum, lançado em 1970… um trabalho pesado e direto, com guitarras e teclados trocando frases curtas, enquanto Jim Rutledge se concentrava nos vocais e deixava a bateria para o recém chegado Rick Cobb…

bloodrock-bloodrock-3

O disco teve boa recepção, mas seria o álbum seguinte, “Bloodrock II” que marcaria época, puxado pelo hit “D.O.A.”… sigla para Dead On Arrival, uma das mais sombrias músicas da história do rock, descrevendo em detalhes, e na primeira pessoa, a morte da vítima de um desastre aéreo… algo que só podia fazer sucesso nos tempos da Guerra do Vietnã… vamos conferir um pouco desses primeiros trabalhos do Bloodrock… Vocês ouviram o Bloodrock com “Fallin’”, “D.O.A.”, “Jessica” e “Breach of lease”… A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer mais um pouco do Bloodrock, um grupo que terminou muito antes da hora…

bloodrock-passage

Seguindo os passos do Grand Funk, o Bloodrock também rompeu com Terry Knight… mas isso não implicou em uma mudança de direção… seu álbum de 72, “USA”, mostrava que eles mantinham a sua atitude crítica, com letras ácidas e um claro posicionamento político… até a bela capa de John Lockart parecia indicar que o grupo caminhava para se tornar o MC-5 do Texas… Mas Jim Rutledge e Lee Pickens deixariam o grupo ainda em 72… e o trabalho seguinte tomou uma direção completamente diferente… “Passage” tinha os vocais de Warren Ham e mostrava um Bloodrock fortemente influenciado pelo progressivo, ainda que conservasse um toque de ativismo político na faixa “Thank you Daniel Elsberg”, uma homenagem ao ex-agente que denunciou as mentiras do governo americano sobre a Guerra do Vietnã… hoje lembrado como o Edward Snowden dos anos 60!

Bloodrock - Whirlwind Tongues - Front

Os fãs não apreciaram a mudança e tanto o álbum “Passage” como “Whirlind Tongues” de 74 não receberam a atenção que mereciam… um último álbum, “Unspoken Words”, seria gravado em 75, mas só foi lançado 25 anos depois… em 2005 o grupo se reuniria para uma apresentação em Forth Worth que saiu em DVD, e eles lançaram em 2013 um álbum com faixas inéditas, disponível só pelo seu website… mas ele fica para outro Art Rock, para nessa segunda parte vamos ouvir um pouco da sua fase progressiva… Com o Bloodrock vocês ouviram “Scottsman”, “Life Blood”, “Days and Nights”, “It’s Gonna be Love” e “Parallax”. O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BLOODROCK

BG – DIER NOT A LOVER

1. FALLIN’ – 4:03

2. D.O.A. – 8:27

3. JESSICA – 4:46

4. BREACH OF LEASE – 9:04

BG – KOOL-AID-KIDS TOTAL – 26:20

BLOODROCK

BG – FANTASY

5. SCOTTSMAN – 3:45

6. LIFE BLOOD – 5:39

7. DAYS AND NIGHTS – 7:56

8. IT’S GONNA BE LOVE – 3:25

9. PARALLAX – 3:42

BG – ELEANOR RIGBY TOTAL: 24:27

TOTAL GERAL – 50:47

Ouça o Art Rock com a Bloodrock que foi ao ar no dia 24/05/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Recordando o Vale das Maçãs

Posted in Programas with tags on 23/05/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje teremos um programa especial, pois vamos trazer uma das lendas vivas do progressivo nacional… o incomparável Recordando o Vale das Maçãs…

recordando-o-vale-das-macas-as-criancas-nova-floresta-1977

Fundado em Santos, em 73, o RVM surgiu em torno do guitarrista Fernando Pacheco, do violonista e percussionista Fernando Motta e do flautista Domingos Mariotti… os três haviam morado um ano em um rancho em Ouro Fino, Minas Gerais, e o contato com a natureza acabou sendo o catalizador para a criação de um grupo, que adotaria o nome Recordando o Vale das Maçãs, retirado de uma de suas canções…

O primeiro show oficial foi em agosto de 74, mas o primeiro trabalho só seria gravado em 77… nessa época, além de Pacheco e Motta, o Recordando contava com Luís Aranha no violino, Moacir Amaral nas flautas, Eliseu de Oliveira nos teclados, Ronaldo Mesquita no baixo e Milton Bernardes na bateria… e foi com essa formação que eles lançariam em 78 o genial álbum “As Crianças da Nova Floresta”… que também é o nome do clássico livro de Frederik Marryat, o celebrado autor inglês do século XIX.

Considerado uma verdadeira obra-prima do prog. nacional, o álbum marcou época e o grupo se tornaria uma presença frequente na televisão… o último arauto da geração progressiva, em meio a um universo musical que começava a mudar… e para essa primeira parte do programa de hoje, claro que só poderíamos selecionar faixas desse grande disco de estreia do Recordando o Vale das Maçãs.

Vocês ouviram “Raio de Sol” e “As Crianças da Nova Floresta” com o Recordando o Vale das Maçãs…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar trazendo o Recordando o Vale das Maçãs, que continua em plena atividade e comemorou 40 anos de carreira em 2014…

Durante os anos 80, o RVM sofreu com as mudanças do mercado musical… em 82 saia o compacto “Sorriso de Verão/Flores na Estrada”, já com o novo baterista, Lourenço Gotti… mas, a essa altura, o grupo já não recebia a mesma atenção da mídia, apesar de apresentações ocasionais na televisão… eles se separariam e só em 87 voltariam a aparecer, participando do lado A do álbum “Himalaia”, de Fernando Pacheco.

Durante a década de 90, o Recordando o Vale das Maçãs foi redescoberto… eles voltaram a se apresentar ao vivo em 92… e, em 94, foi lançado o álbum “As Crianças da Nova Floresta II”, que continha novas versões para as faixas clássicas do primeiro disco e também para “Himalaia”… e o interesse pelo grupo chegaria ao Japão e à Europa, onde se apresentariam em 1997 no Fête de la Musique, em Paris.

Em 2007 seria a vez de Fernando Motta e Domingos Mariotti começarem um projeto com a participação dos seus antigos companheiros de grupo, e o resultado seria o álbum “Reunião”, que sairia em 2011… e, para fechar o programa de hoje, vocês vão conferir gravações recentes do RVM, reinterpretando seus temas clássicos… e nós agradecemos ao nosso amigo Rubens da RST Radio Rock, que nos disponibilizou esse material para trazer aos nossos ouvintes aqui do Art Rock…

Com o Recordando o Vale das Maçãs vocês ouviram “RVM”, “Água” e “Himalaia”.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

RECORDANDO O VALE DAS MAÇÃS

BG – BESTEIRA

1. RAIO DE SOL – 6:07

2. AS CRIANÇAS DA NOVA FLORESTA – 18:09

BG – OLHAR DE UM LOUCO

TOTAL – 24:15

RECORDANDO O VALE DAS MAÇÃS

BG – CICLO

3. RVM – 5:45

4. ÁGUA – 7:21

5. HIMALAIA – 13:20

BG – EREMITA

TOTAL: 26:26

TOTAL GERAL – 50:41

Ouça o Art Rock com a Recordando o Vale das Maçãs que foi ao ar no dia 17/05/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

 

 

Timothy Pure & Gazpacho

Posted in Programas with tags , on 19/05/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos atender aos pedidos de ouvintes trazendo dois grupos pouco conhecidos, representantes de estilos e origens bem diferentes…


timothypure-islandofthemisfittoys

E nós começamos com o Timothy Pure, sugestão de João Cucci Neto… um grupo norte americano da região da Georgia, que surgiu nos anos 90 em torno do tecladista Matthew Still, do guitarrista Randy Brown e do baixista Andre Neitzel… na época, eles tinham Nick Savage nos vocais, e lançaram em 95 o seu primeiro álbum, “The Fabric of Betrayal”… um trabalho consistente, mas que passou despercebido, mesmo no renovado cenário progressivo dos anos 90, pois foi um lançamento independente.

Sem contrato com grandes gravadoras, muitos grupos permanecem sempre na obscuridade… mas, por outro lado, não sofrem a pressão para atingir metas de vendas e podem seguir sua própria visão artística… e o Timothy Pure continuou nesse caminho… seu segundo álbum, o conceitural “Blood of the Berry”, sairia em 97 e já contava com Zod nas guitarras e Chris Wallace na bateria… com Matthew Still assumindo os vocais.

Em 99 o grupo lançaria “Island of the Misfit Toys”, outro álbum conceitual, com influências floydianas, estruturado como uma viagem emocional em torno do tema da infância, mas sob um olhar mais realista, sem as miragens coloridas, cheias de flores e bichinhos… e é um pouco deste, que é considerado o seu melhor trabalho, que nós selecionamos para a primeira parte do programa de hoje.

Vocês ouviram o Timothy Pure com “Finders Keepers”, “Tribes”, “Playground Politics” e “Island of the Misfit Toys” …

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora nós vamos atender ao nosso ouvinte Welber Lima Duarte, que sugeriu o grupo norueguês Gazpacho.

gazpacho-night

Formado em 1996, em Oslo na Noruega, o Gazpacho surgiu em torno do vocalista Jan-Henrik Ohme, do guitarrista Jon-Arne Vilbo e do tecladista Thomas Andersen… no começo, eles eram ligados ao fã-clube “The Web”, do Marillion, e divulgaram o seu primeiro EP nos encontros de fãs… mas se tornaram conhecidos ao ganhar a competição Make-a-Star… e logo estavam lançando um álbum pelo site mp3.com.

“Get it While it’s Cold” tinha o material do primeiro EP do grupo e mais três novas faixas… e seria a partir dele que eles lançariam em 2003 o seu primeiro álbum propriamente dito… “Bravo”, seguido de uma tour pela Europa, como banda de apoio do Marillion… depois disso eles tentaram promover o seu segundo trabalho, “When Earth Lets Go”, mas as grandes gravadoras não se interessaram.

gazpacho-ticktock

Em 2005, o Gazpacho lançaria o álbum “Firebird” pelo selo do Marillion… e seus trabalhos continuariam a sair com regularidade, sempre por conta própria, atraindo elogios e admiração, mas pouca divulgação… eles continuam em plena atividade e seu álbum mais recente, “Demon”, saiu em 2014… mas ele fica para outro Art Rock, por hoje vocês ouvem faixas extraídas de “Night” de 2007 e “Tick Tock” de 2009.

Com o Gazpacho vocês ouviram “Chequered Light Buildings”, “Valerie’s Friend” e “Tick Tock II” …

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

TIMOTHY PURE

BG – CHANNELS

1. FINDERS KEEPERS – 6:19

2. TRIBES – 5:50

3. PLAYGROUND POLITICS – 6:33

4. ISLAND OF THE MISFIT TOYS – 7:01

BG – SOIL

TOTAL – 25:42

GAZPACHO

BG – DESERT FLIGHT

5. CHEQUERED LIGHT BUILDINGS – 6:35

6. VALERIE’S FRIEND – 6:30

7. TICK TOCK II – 9:40

BG – TICK TOCK III

TOTAL: 22:44

TOTAL GERAL – 48:26

Ouça o Art Rock com a Timothy Pure & Gazpacho que foi ao ar no dia 10/05/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

 

 

REPRISE: Caravan & Travelling

Posted in Programas with tags , on 04/05/2014 by Artrock

Olá ouvintes do Art Rock! O programa de ontem (dia 03-05-2014), foi um reprise com os grandes Caravan e  Travelling. Confiram este programa clicando aqui!

caravan-the-unauthorized-breakfast-item

 

travelling-voici-la-nuit-tombee

 

Bob Dylan

Posted in Programas with tags on 04/05/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos trazer uma das figuras mais icônicas da história do rock, que continua em plena atividade e lançando trabalhos significativos em uma carreira que já passou das cinco décadas… o grande Bob Dylan!

bobdylan-desire

Claro que Robert Allen Zimmerman dispensa quaisquer apresentações, pois é um dos maiores poetas do rock… na verdade, um dos grandes poetas da língua inglesa no século XX… e que está longe de se aposentar, lançando grandes trabalhos em um ritmo constante, de causar inveja em músicos com a metade da sua idade.

Mas ele sempre foi assim… e nessa primeira parte do programa vamos trazer um dos seus melhores álbuns dos anos 70, o genial “Desire” de 76… aproveitando para fazer a nossa pequena homenagem a Rubin “Hurricane” Carter, o grande boxeador que foi condenado por um crime que não cometeu, em um dos mais famosos casos de erro de julgamento causado pelo racismo, daquela época…

Bob Dylan abraçou essa causa e a transformou em um brilhante poema, construído sob a forma de uma longa narrativa pontuada pelos fraseados de violino… a faixa se tornaria um clássico, assim como o álbum “Desire”… que nós selecionamos para essa primeira parte do programa de hoje… para lembrar Rubin Carter, o velho “Hurricane”, que foi libertado nos anos 80, depois de 19 anos… e deixou o nosso plano da realidade no dia 20 de abril de 2014…

Vocês ouviram Bob Dylan com “Hurricane”, depois foi “One more cup of coffee” que teve a participação de Emilou Harris e “Joey”…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar trazendo o genial Bob Dylan, agora com seu álbum de 2012… “Tempest”.

BobDylan-Tempest

Na época em que foi lançado, esse trabalho foi anunciado como o último disco da carreira de Dylan… mas não foi ele quem disse isso… alguns críticos repararam que era o nome da última peça de Shakespeare, e já saíram declarando que devia ser um disco de despedida… mas não era nada disso, e o velho poeta foi o primeiro a esclarecer que os rumores da sua aposentadoria eram prematuros.

E “Tempest” mostra que Dylan continua em plena forma, com um tom sombrio, conduzido por sua voz inconfundível, proferindo máximas como convém a um velho profeta, em meio à paisagem desolada deste nosso mundo de desapontamentos… e, como cúmplice, aparece novamente Robert Hunter, o poeta do Grateful Dead, que é coautor de uma das faixas.

A tempestade de Dylan nada tem a ver com a obra final de Shakespeare… ao contrário, ela retrata uma voz ainda a procura de sua força contestatória, agora expressa em imagens fortes, onde a morte se faz presente não como uma sombra sobre o autor, mas sobre a realidade que ele descreve… outro grande trabalho de Mr. Zimmerman…

Com Bob Dylan vocês ouviram “Soon after midnight”, “Scarlet Town”, “Tin Angel” e “Roll on John”…

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BOB DYLAN

BG – MOZAMBIQUE

1. HURRICANE – 8:33

2. ONE MORE CUP OF COFFEE – 3:47

3. JOEY – 11:06

BG – ROMANCE IN DURANGO

TOTAL – 23:25

BOB DYLAN

BG – TIN ANGEL

4. SOON AFTER MIDNIGHT – 3:27

5. SCARLET TOWN – 7:17

6. TING ANGEL – 9:05

7. ROLL ON JOHN – 7:26

BG – TEMPEST

TOTAL: 27:15

TOTAL GERAL – 50:40

Ouça o Art Rock com a Bob Dylan que foi ao ar no dia 26/04/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *