Arquivo para junho, 2014

Tangerine Dream

Posted in Programas with tags on 29/06/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos trazer um grupo que é uma presença frequente no Art Rock, o grande Tangerine Dream, uma das grandes forças do kraut rock e dono de uma carreira singular, que já passou de quatro décadas!

tangerine-sorcerer

Certos grupos possuem uma discografia vasta, com dezenas de discos… mas o Tangerine Dream é um caso à parte, com uma produção labiríntica, que reúne inúmeros álbuns de estúdio, discos ao vivo, coletâneas, EPs, trilhas sonoras, edições especiais e, mais recentemente, um grande número de séries temáticas… tudo isso graças à incansável produtividade do seu fundador e eterno líder, Edgar Froese…

O Tangerine continua em plena atividade, como sempre lançando vários álbuns de estúdio por ano… e é sempre difícil selecionar material, diante dessa enorme quantidade de trabalhos… mas, a sua natureza prolífica é justamente um dos elementos que explicam a sua sobrevivência, sempre procurando manter a sua identidade musical.

E, para o programa de hoje, vamos começar com faixas de uma de suas trilhas sonoras mais celebradas… para “O Comboio do Medo”, nome pelo qual foi conhecido aqui no Brasil o filme “Sorcerer” de 1977, dirigido por Willian Friedkin… uma das produções mais marcantes daquele ano, mas que foi totalmente eclipsada nas bilheterias e nas premiações pelo sucesso total de Guerra nas Estrelas, de George Lucas.

Vocês ouviram o Tangerine Dream com “Search”, “Vengeance”, “Grind”, “Abyss”, “The Mountain Road” e “Betrayal”.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Voltamos com mais um pouco do Tangerine Dream… que continua uma força criativa no prog. rock alemão… e sem dar sinais de que esteja pensando em parar tão cedo…

tangerine-starmus

Além dos três ou quatro novos álbuns de estúdio, e de outros lançamentos anuais com o Tangerine Dream, Edgar Froese também tem resgatado obras clássicas do grupo, como a trilha que trouxemos na primeira parte do programa, para o filme “O Comboio do Medo”, que foi relançado em Bluray com grande destaque, incluindo uma antológica execução ao vivo da trilha na íntegra, apresentada pelo próprio Willian Friedkin, mais conhecido por outros filmes clássicos, como “Operação França” ou “O Exorcista”.

Mas, nesta segunda parte do programa, vamos trazer outra faceta do Tangerine Dream… com o improvável álbum duplo “Starmus – Sonic Universe”, lançado em parceria com ninguém menos que o guitarrista Brian May, do Queen… que saiu em 2013 e registra o encontro no Starmus Festival, realizado em junho de 2011 em Tenerife, no dia do aniversário de 50 anos do primeiro voo espacial, de Yuri Gagarin.

Esse momento especial contou com a presença dos astronautas Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Jim Lowell e do cosmonauta Alexei Leonov… e o som espacial do velho Tangerine não podia ficar de fora… e quanto a Brian May… bom, para quem não sabe, ele não apenas é um entusiasta da exploração espacial, como também é um astrofísico com doutorado pelo Imperial College of Science de Londres.

Com o Tangerine Dream & Brian May, vocês ouviram “Last Horizon”, “Beauty of Magical Antagonism”, “One Night in Space” e “Fire on the Mountain”.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

TANGERINE DREAM

BG – IMPRESSIONS OF SORCERER

1. SEARCH – 3:00

2. VENGEANCE – 5:37

3. GRIND – 3:02

4. ABYSS – 7:17

5. THE MOUNTAIN ROAD – 2:01

6. BETRAYAL – 3:42

BG – THE JOURNEY

TOTAL – 24:40

TANGERINE DREAM

BG – CALYMBA CALY

7. LAST HORIZON – 4:28

8. BEAUTY OF MAGICAL ANTAGONISM – 6:26

9. ONE NIGHT IN SPACE – 7:33

10. FIRE ON THE MOUNTAIN – 8:55

BG – LOVED BY THE SUN

TOTAL: 25:40

TOTAL GERAL – 50:20

Ouça o Art Rock com a Tangerine Dream que foi ao ar no dia 21/06/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

 

 

Anúncios

Haken & Transatlantic

Posted in Programas with tags , on 19/06/2014 by Artrock

“Boa noite, e mais uma vez, nós vamos atender ao pedido de um ouvinte do programa… e dessa vez vamos trazer o grupo inglês Haken, que foi uma sugestão de Bruno Silva, que entrou em contato conosco pelo blog do programa.

haken-themountain

O Haken foi formado em 2007 em torno do guitarrista e tecladista Richard Henshall, ex integrante do grupo To-Mera, onde também tocava o baixista Tom MacLean… e eles chegariam a lançar um demo em 2008, onde já davam uma boa amostra da sua sonoridade… mas levariam mais dois anos para conseguir um contrato com a Sensory Records e seu primeiro álbum oficial, “Aquarius”, só sairia em 2010. Um trabalho conceitual, “Aquarius” seria muito bem recebido no cenário do chamado progressive metal, e o mesmo aconteceria com o álbum seguinte… “Visions” de 2011… em que as influências do grupo ficavam ainda mais claras, indo de momentos jazzísticos a passagens pesadas, mas já procurando uma identidade pessoal. E o seu álbum de 2013, “The Mountain”, foi o ponto de definição, em que o som do Haken ganhou contornos definitivos… e o resultado seria considerado um dos melhores lançamentos do ano, com os vocais de Ross Jennings se integrando às variações constantes de ritmo e melodia… um belo trabalho, que vocês vão poder conferir nessa primeira parte do programa de hoje… Vocês ouviram “Cockroach king”, “Because it’s there”, “As Death embraces” e “Somebody”, com o Haken… A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer outro trabalho recente, o álbum de 2014 de um dos mais bem sucedidos supergrupos progressivos da atualidade… o Transatlantic. transatlantic-kaleidoscope Já trouxemos no Art Rock esse grupo multinacional, que surgiu em 99, a partir de um projeto do batera Mike Portnoy do Dream Theatre e do tecladista Neal Morse do Spock’s Beard… e que tomaria forma definitiva com a entrada do guitarrista e vocalista sueco Roine Stolt dos Flower Kings e do baixista Pete Trewavas do Marillion… Desde o começo, a sonoridade do Transatlantic foi um vibrante diálogo entre os talentos dos seus integrantes, expresso em dois álbuns que tiveram grande repercussão no cenário progressivo… seguidos de tours mundiais muito bem sucedidas… mas tudo foi deixado de lado em 2002, quando Neal Morse surpreendeu o mundo do rock, anunciando que iria se tornar um músico cristão… Felizmente, ele mudaria de ideia em 2009 e o Transatlantic voltou a se reunir, lançando naquele ano o excelente “The Whirlwind”… desde então o grupo não parou mais, intercalando discos e tours com os trabalhos dos outros grupos e projetos solo de seus integrantes… e, para o programa de hoje, nós selecionamos uma das suítes do álbum “Kaleidoscope”, de 2014. Com o Transatlantic, vocês ouviram a suíte “Into the Blue”, do álbum “Kaleidoscope” de 2014. O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

HAKEN

BG – PAREIDOLIA

1. COCKROACH KING – 8:15

2. BECAUSE IT’S THERE – 4:24

3. AS DEATH EMBRACES – 3:14

4. SOMEBODY – 9:01

BG – NOBODY TOTAL – 24:53

TRANSATLANTIC

BG – BLACK AS THE SKY

5. INTO THE BLUE – 25:13

BG – SHINE TOTAL: 25:34

TOTAL GERAL – 50:27

Ouça o Art Rock com a Haken & Transatlantic que foi ao ar no dia 14/06/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

   

Clube da Esquina & Únitri

Posted in Produto Nacional, Programas with tags , on 13/06/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos começar atendo ao pedido do nosso ouvinte Assir Paiva, que nos contatou pelo blog do programa sugerindo aquele que poderia ser descrito como uma das matrizes da música progressiva mineira… o Clube da Esquina.

clube da esquina

Essa história começa em 63, quando Milton Nascimento chegou em Belo Horizonte e foi morar em uma pensão, onde morava a família Borges… ele fez amizade com o mais velho, Marilton, que tocava no Evolussamba, e também com os mais novos: Márcio, que se tornaria letrista de Milton, e Lô, que curtia os Beatles junto com outro menino, um tal Beto Guedes…

A década de 60 foi passando e esse grupo foi se dedicando cada vez mais à música… em 67, uma música de Milton em parceira com Fernando Brant chegava ao segundo lugar do II Festival Internacional da Canção… enquanto isso, a turma de amigos continuou crescendo, com a chegada de Flávio Venturini, Vermelho e Tavinho Moura… segundo a lenda, o nome surgiu da velha esquina onde se encontravam para “cantar e tocar violão”… mas, o primeiro álbum, de 72, era muito mais que isso.

Creditado a Milton Nascimento e Lô Borges, o álbum duplo “Clube da Esquina” trazia uma complexa mistura de sonoridades, que iam da folk music mineira à bossa nova, e do jazz ao rock progressivo… uma alquimia construída em torno do talento de uma turma de amigos, completada com as letras de Ronaldo Bastos e mais o grupo Som Imaginário de Wagner Tiso… eles lançariam outro duplo em 78… mas o disco de estreia continua um dos trabalhos essenciais da música brasileira dos anos 70…

Vocês ouviram “Tudo Que Você Podia Ser”, “Nuvem Cigana”, “Um Girassol da Cor do Seu Cabelo”, “San Vicente”, “Paisagem Da Janela”, “Lilia”, “Trem de Doido” e “Nada Será Como Antes” com o Clube da Esquina…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um grupo recente que mostra que o Clube da Esquina continua uma referência forte… influenciando as novas gerações progressivas…

Unitri

Estamos nos referindo ao Únitri, grupo formado a partir do Lágrima, um veterano do cenário progressivo carioca, que surgiu nos anos 90 e já contava em sua formação com o guitarrista André Zichtl, o baixista Rômulo Lima e o baterista Rony Cerqueira… eles se mantiveram muito ativos no cenário do rock durante os seus 10 anos de carreira, mas acabariam se separando bem quando já estavam gravando o seu primeiro álbum.

O disco não seria finalizado e eles seguirem caminhos diferentes, mas conservaram os interesses comuns… e, quando se reuniram novamente, acrescentaram um elemento extra ao seu som… o violão e a voz de Danilo Ferreira, que trouxe consigo uma clara influência do Clube da Esquina… e o nome escolhido para esse novo projeto foi Únitri… uma referência ao livro “Teo e os Olhos de Leordo” de Alexandre Monsores e também aos três elementos sonoros que produzem o rock: guitarra, baixo e bateria.

O primeiro álbum, “Minas, Cantos e Quintais”, foi lançado em 2013 e teve a produção de Sergio Hinds, do Terço, que também participou como convidado em duas faixas… e é um pouco desse excelente prova da vitalidade do prog. nacional, que nós selecionamos para essa segunda parte do programa de hoje…

Vocês ouviram o Únitri com “Minas, Cantos e Quintais”, “Diamante”, “Orion” e “Arcádia”…

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

CLUBE DA ESQUINA

BG – O TREM AZUL

1. TUDO QUE VOCÊ PODIA SER – 2:52

2. NUVEM CIGANA – 2:57

3. UM GIRASSOL DA COR DO SEU CABELO – 4:11

4. SAN VICENTE – 2:43

5. PAISAGEM DA JANELA – 2:56

6. LILIA – 2:29

7. TREM DE DOIDO – 3:57

8. NADA SERÁ COMO ANTES – 3:22

BG – CRAVO É CANELA

TOTAL – 25:24

ÚNITRI

BG – CANÇÃO

9. MINAS, CANTOS E QUINTAIS – 5:08

10. DIAMANTE – 7:48

11. ORION – 7:06

12. ARCADIA – 5:35

BG – CRIATURAS DA NOITE

TOTAL: 25:34

TOTAL GERAL – 50:58

Ouça o Art Rock com a Clube da Esquina & Únitri que foi ao ar no dia 07/06/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

 

 

Chicago

Posted in Programas with tags on 05/06/2014 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos trazer um dos mais bem sucedidos grupos da história do rock, dono de uma sonoridade única… capaz de produzir tanto suítes complexas como hits comerciais… e que acabaria sendo vencido pelo próprio sucesso.

Chicago Transit Authority

 

Estamos nos referindo ao grande Chicago, grupo fundado em 67 com o nome The Big Thing e que mudaria de nome em 68, quando assinaram o contrato com a Columbia Records… e seria como The Chicago Transit Authority que eles lançariam seu disco de estreia em 69, um impressionante álbum duplo onde misturavam instrumentos de sopro com guitarras, teclados e vocais… cruzando os limites do rock, rhythm & blues e jazz.

Além do apoio da gravadora, o jazz-rock elaborado e cheio de experimentalismos do grupo chamou também a atenção das rádios underground dos Estados Unidos, e logo se tornaria um grande sucesso… o único problema foi a ameaça de processo da companhia responsável pelo transporte público de Chicago, que os forçou a encurtar o nome para continuar na ativa…

Chicago - II

Seus próximos álbuns seriam todos duplos e chegaram ao topo das paradas sem fazer concessões, seguindo a mesma direção, com a força do diálogo entre o sax, trompete e trombone com os teclados de Robert Lamm e a guitarra de Terry Kath, ambos dividindo os vocais com o baixista Peter Cetera… e, para essa primeira parte do programa de hoje, nós selecionamos faixas desse começo brilhante para a longa carreira do Chicago…
Vocês ouviram, com o Chicago, as faixas “Poem 58”, “25 or 6 to 4” e a suite “It Better End Soon”… extraídas dos álbuns “Chicago Transit Authority” de 69 e “Chicago II” de 70…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Vamos continuar um pouquinho mais com o grupo Chicago… uma lenda do jazz-rock que hoje só é conhecida como uma banda pop…

Chicago VIII

Depois do lançamento do álbum quádruplo ao vivo “Chicago IV – Live at the Carnegie Hall” o grupo parecia ter chegado ao seu ponto alto… até o próprio Jimi Hendrix elogiava a guitarra de Terry Kath… mas, depois do mega-hit “If You Leave me Now”, de 1976, o produtor James Guercio e a gravadora resolveram que só valia à pena promover os singles com as baladas do baixista Peter Cetera…

Eles nunca mais se recuperaram… ainda tentaram mudar o rumo demitindo James Guercio, mas isso só serviu para criar problemas legais… e quando Terry Kath deixou a nossa realidade em 78, as coisas se complicaram ainda mais… além das mudanças de formação e de gravadora, o grupo sofreria uma drástica mudança de direção, conservando o sucesso às custas de uma comercialização cada vez maior do seu som.

“Chicago XXII – Stone of Sisyphus”, de 93, sua tentativa de voltar ao velho estilo, ficaria 15 anos engavetado pela gravadora… e só em 2006 eles voltariam a gravar um álbum de estúdio… desde então eles tem lançado trabalhos frequentes, mas “Chicago XXXVI: Now”, de 2014, fica para outro programa… vamos fechar ouvindo mais um pouco da fase clássica, com Terry Kath na guitarra…

Chicago III

Abrindo essa segunda parte vocês ouviram a suíte “Ballet for a girl in Buchannon”, depois foi “Lowdown” e “Oh Thank you Great Spirit” com a fase clássica do grande Chicago…

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

CHICAGO

BG – SOUTH CALIFORNIA PURPLES

1. POEM 58 – 8:36

2. 25 OR 6 TO 4 – 5:00

3. IT BETTER END SOON – 13:22

BG – LISTEN

TOTAL – 26:58

CHICAGO

BG – FREE

4. BALLET FOR A GIRL IN BUCHANNON – 12:41

5. LOWDOWN – 3:37

6. OH THANK YOU GREAT SPIRIT – 7:20

BG – HIDEAWAY

TOTAL: 23:38

TOTAL GERAL – 49:36

Ouça o Art Rock com a Chicago que foi ao ar no dia 31/05/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *