Clube da Esquina & Únitri

“Boa noite, hoje vamos começar atendo ao pedido do nosso ouvinte Assir Paiva, que nos contatou pelo blog do programa sugerindo aquele que poderia ser descrito como uma das matrizes da música progressiva mineira… o Clube da Esquina.

clube da esquina

Essa história começa em 63, quando Milton Nascimento chegou em Belo Horizonte e foi morar em uma pensão, onde morava a família Borges… ele fez amizade com o mais velho, Marilton, que tocava no Evolussamba, e também com os mais novos: Márcio, que se tornaria letrista de Milton, e Lô, que curtia os Beatles junto com outro menino, um tal Beto Guedes…

A década de 60 foi passando e esse grupo foi se dedicando cada vez mais à música… em 67, uma música de Milton em parceira com Fernando Brant chegava ao segundo lugar do II Festival Internacional da Canção… enquanto isso, a turma de amigos continuou crescendo, com a chegada de Flávio Venturini, Vermelho e Tavinho Moura… segundo a lenda, o nome surgiu da velha esquina onde se encontravam para “cantar e tocar violão”… mas, o primeiro álbum, de 72, era muito mais que isso.

Creditado a Milton Nascimento e Lô Borges, o álbum duplo “Clube da Esquina” trazia uma complexa mistura de sonoridades, que iam da folk music mineira à bossa nova, e do jazz ao rock progressivo… uma alquimia construída em torno do talento de uma turma de amigos, completada com as letras de Ronaldo Bastos e mais o grupo Som Imaginário de Wagner Tiso… eles lançariam outro duplo em 78… mas o disco de estreia continua um dos trabalhos essenciais da música brasileira dos anos 70…

Vocês ouviram “Tudo Que Você Podia Ser”, “Nuvem Cigana”, “Um Girassol da Cor do Seu Cabelo”, “San Vicente”, “Paisagem Da Janela”, “Lilia”, “Trem de Doido” e “Nada Será Como Antes” com o Clube da Esquina…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um grupo recente que mostra que o Clube da Esquina continua uma referência forte… influenciando as novas gerações progressivas…

Unitri

Estamos nos referindo ao Únitri, grupo formado a partir do Lágrima, um veterano do cenário progressivo carioca, que surgiu nos anos 90 e já contava em sua formação com o guitarrista André Zichtl, o baixista Rômulo Lima e o baterista Rony Cerqueira… eles se mantiveram muito ativos no cenário do rock durante os seus 10 anos de carreira, mas acabariam se separando bem quando já estavam gravando o seu primeiro álbum.

O disco não seria finalizado e eles seguirem caminhos diferentes, mas conservaram os interesses comuns… e, quando se reuniram novamente, acrescentaram um elemento extra ao seu som… o violão e a voz de Danilo Ferreira, que trouxe consigo uma clara influência do Clube da Esquina… e o nome escolhido para esse novo projeto foi Únitri… uma referência ao livro “Teo e os Olhos de Leordo” de Alexandre Monsores e também aos três elementos sonoros que produzem o rock: guitarra, baixo e bateria.

O primeiro álbum, “Minas, Cantos e Quintais”, foi lançado em 2013 e teve a produção de Sergio Hinds, do Terço, que também participou como convidado em duas faixas… e é um pouco desse excelente prova da vitalidade do prog. nacional, que nós selecionamos para essa segunda parte do programa de hoje…

Vocês ouviram o Únitri com “Minas, Cantos e Quintais”, “Diamante”, “Orion” e “Arcádia”…

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

CLUBE DA ESQUINA

BG – O TREM AZUL

1. TUDO QUE VOCÊ PODIA SER – 2:52

2. NUVEM CIGANA – 2:57

3. UM GIRASSOL DA COR DO SEU CABELO – 4:11

4. SAN VICENTE – 2:43

5. PAISAGEM DA JANELA – 2:56

6. LILIA – 2:29

7. TREM DE DOIDO – 3:57

8. NADA SERÁ COMO ANTES – 3:22

BG – CRAVO É CANELA

TOTAL – 25:24

ÚNITRI

BG – CANÇÃO

9. MINAS, CANTOS E QUINTAIS – 5:08

10. DIAMANTE – 7:48

11. ORION – 7:06

12. ARCADIA – 5:35

BG – CRIATURAS DA NOITE

TOTAL: 25:34

TOTAL GERAL – 50:58

Ouça o Art Rock com a Clube da Esquina & Únitri que foi ao ar no dia 07/06/2014, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

 

 

Anúncios

2 Respostas to “Clube da Esquina & Únitri”

  1. Caros amigo do ARtT-ROCK sou dono do blog A MAQUINA DE FAZER SONHOS, e tenho tido o imenso prazer de acompanhar o trabalho de vocês, até mesmo me aprofundando mais no conhecimento sobre algumas bandas e estilos. Possuo facebook e sou dono de três grupos de música no mesmo, gostaria de saber se há interesse de vocês em participarem de um grupo recém criado, a principio, só para nós donos de blog. se quiserem entrar em contato por favor façam pelo meu e-mail PROGSOUNDS@gmail.com ou pelo meu perfil no face: https://www.facebook.com/trovattore.il

    Obrigado pela atenção e mais uma vez PARABÉNS, pelo trabalho realizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: