Arquivo de maio, 2016

Blackmore’s Night

Posted in Programas with tags on 18/05/2016 by Artrock

“Boa noite, hoje teremos um programa dedicado a um grupo de folk rock surgido nos anos 90 e que, no começo, parecia apenas uma aventura passageira do genial e excêntrico guitarrista do Deep Purple… Ritchie Blackmore.

1

Estamos nos referindo é claro ao Blackmore’s Night… grupo que Ritchie criou em 97 com a cantora Candice Night… na época isso pegou o mundo do rock de surpresa, pois ele havia acabado de voltar a se apresentar com o Rainbow, depois de sua saída do Deep Purple… e, como o velho Cavaleiro Negro do Rock tinha fama de intratável, todos pensavam que nem o grupo nem o seu relacionamento com Candice iriam durar…

Eles haviam se conhecido em 89, quando ela trabalhava em uma rádio em Nova York e pediu um autógrafo para Ritchie… em 91 eles já viviam juntos e, quando o guitarrista deixou o Purple, ela faria algumas letras e também os backing vocals do álbum “Stranger in Us All”, que marcou o retorno do Rainbow… o que ninguém esperava era que os dois formassem um grupo folk, lançando em 97 o álbum “Shadow of the Moon”.

2

Já trouxemos o Blackmore’s Night muitas vezes em nosso programa, incluindo seus primeiros álbuns, que contavam com colaborações de peso como Ian Anderson do Jethro Tull e John Ford dos Strawbs… para o programa de hoje nós vamos começar trazendo faixas dos álbuns “Autumn Sky” de 2010, que o casou dedicou à sua filha, Autumn Blackmore, e “Dancer and the Moon” de 2013.

Vocês ouviram o Blackmore’s Night com “Sake of the song”, “Keeper of the flame”, “Darkness”, “The last leaf”, “Somewhere over the sea (The Moon is shining)” e “Carry on… Jon” essa última uma homenagem de Ritchie ao seu amigo Jon Lord, com quem ele fundou o Deep Purple, 5 décadas atrás…

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Vamos continuar trazendo o Blackmore’s Night, uma loucura temporária que se estende por duas décadas e continua sem sinais de enfraquecer.

3

Desde o começo o grupo se dedicou ao universo representado pela cultura da renascença… das feiras de época, em que até a audiência veste trajes típicos, até investidas improváveis como a participação no RPG MagiQuest, em que o Blackmore’s Night colabora na trilha e Candice chega mesmo assumir papéis…

Os próprios integrantes do grupo passaram a assumir com o tempo nomes que evocam a atmosfera renascentista… o que não impede que Ritchie tenha aos poucos reintroduzido o som elétrico da sua velha fender stratocaster branca em algumas faixas, principalmente a partir do álbum “Fires at Midnight” de 2001.

Em 2015, Ritchie anunciou que iria voltar a se apresentar com o Rainbow para quatro shows especiais em 2016, incluindo o lendário Monsters of Rock Festival… mas, o Blackmore’s Night não foi deixado de lado, com o lançamento do álbum “All Our Yesterdays” em setembro de 2015… e é um pouco desse trabalho que nós selecionamos para fechar o programa de hoje.

Vocês ouviram “Darker shade of black”, depois foi “Mooonlight Shadow” (uma cover de Mike Oldfield), na sequência “The other side”, “Queens Lament”, “Where are we going from here” e “Will o’the wisp”… com o Blackmore’s Night.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

BLACKMORE’S NIGHT

BG – LADY IN BLACK

1. SAKE OF THE SONG – 2:52

2. KEEPER OF THE FLAME – 4:41

3. DARKNESS – 3:26

4. THE LAST LEAF – 4:05

5. SOMEWHERE OVER THE SEA (THE MOON IS SHINING) – 4:07

6. CARRY ON… JON – 5:37

BG – THE TEMPLE OF THE KING

TOTAL – 24:48

BLACKMORE’S NIGHT

BG – ALLAN YN N FAN

7. DARKER SHADE OF BLACK – 6:05

8. MOONLIGHT SHADOW – 4:14

9. THE OTHER SIDE – 3:19

10. QUEEN’S LAMENT – 2:09

11. WHERE ARE WE GOING FROM HERE – 5:43

12. WILL O’THE WISP – 4:31

BG – EARTH WIND AND SKY

TOTAL: 26:00

TOTAL GERAL – 50:48

Ouça o Art Rock com Blackmore’s Night que foi ao ar no dia 14/05/2016, clicando aqui.

Dream Theater

Posted in Programas with tags on 13/05/2016 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje vamos trazer um grupo que está na linha de frente do progressivo desde os anos 80… o grande Dream Theater, com um material cedido pelo nosso amigo e colaborador de sempre, o Almir Octávio…

Astonishing

O grupo começou em 85 como um trio, tendo o guitarrista John Petrucci, o baixista John Myung e o baterista Mike Portnoy na formação… na época eles se chamavam Majesty e eram estudantes do Berklee College of Music, na cidade de Boston, Massachusetts… mas logo eles deixariam os estudos de lado para se concentrar na música…

O grupo acabou tomando forma com a entrada do tecladista Kevin Moore e, mais tarde, do vocalista Charlie Dominici… e em 86 foram ameaçados de processo e tiveram que mudar de nome, acabando por adotar a sugestão do pai de Mike Portney, que lembrou de um velho teatro em Monterey na California chamado Dream Theater.

Eles lançariam “When Dream and Day Unite” em 89, mas só em 92 eles ganhariam repercussão, depois da entrada de um novo vocalista, James LaBrie, e do laçamento do álbum “Images and Words”… mas esse material mais antigo do Dream Theater nós já trouxemos a muito tempo no programa… para hoje nós selecionamos um pouco da ópera rock “The Astonishing”, de 2016.

Vocês ouviram o Dream Theater com “Dystopian Overture”, “The Answer”, “Act of Faythe”, “A Life Left Behind” e “A New Beginning”…

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Vamos continuar trazendo mais um pouco do álbum “The Astonishing”, do grupo americano Dream Theater, um veterano que sobreviveu a mudanças para continuar uma força criativa do progressivo atual.

Great Norther Empire of the Americas

Depois da saída do baterista Mike Portnoy em 2010, o DT manteria o mesmo ritmo com o seu substituto, Mike Mangini… e álbuns como “A Dramatic Turn of Events” de 2011 e “Dream Theater” de 2013 foram bem sucedidos, mas não eram tão ambiciosos como a ópera rock “The Astonishing”.

O conceito de John Petrucci para a obra era a criação de algo que combinasse ficção científica com fantasia, em um mundo imaginário, uma visão distópica dos Estados Unidos, convertidos no Great Northern Empire of the Americas, onde a música foi substituída pelos ruídos produzidos por máquinas automáticas e onde o amor aparece como elemento que desafia a distancias entre os dominadores e os dominados.

Com pitadas de “Game of Thrones”, “Star Wars” e até “Metropolis”, “The Astonishing” se expande no âmbito das imagens, de mapas a figuras dos personagens… oferecendo assim uma visão do mundo imaginado por John Petrucci… e, além disso, as passagens orquestradas colaboram para criar a atmosfera do álbum, conferindo climas suaves à clássica abordagem pesada do Dream Theater.

Vocês ouviram “Begin Again”, “The path that divides”, “The Walking Shadow”, “My last farewell”, “Hymn of a Thousand Voices”, “Our New World” e “Astonishing” com o Dream Theater.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… a gente agradece a colaboração do nosso amigo Almir Octávio que forneceu o material para o programa de hoje… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

DREAM THEATER

BG – THE ROAD TO REVOLUTION

1. DYSTOPIAN OVERTURE – 4:51

2. THE ANSWER – 1:53

3. ACT OF FAYTHE – 5:01

4. A LIFE LEFT BEHIND – 5:49

5. A NEW BEGINNING – 7:41

BG – A SAVIOUR IN THE SQUARE

TOTAL – 25:15

DREAM THEATER

BG – 2285 ENTR’ACTE

6. BEGIN AGAIN – 3:54

7. THE PATH THAT DIVIDES – 5:10

8. THE WALKING SHADOW – 2:58

9. MY LAST FAREWELL – 3:44

10. HYMN OF A THOUSAND VOICES – 3:39

11. OUR NEW WORLD – 4:12

12. ASTONISHING – 5:51

BG – DANCIN’INTO THE VOID

TOTAL: 25:16

TOTAL GERAL – 50:31

Ouça o Art Rock com Dream Theater que foi ao ar no dia 07/05/2016, clicando aqui.

Nektar

Posted in Programas with tags on 13/05/2016 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje vamos trazer o Nektar… um dos grupos mais apreciados pela primeira geração dos progheads brasileiros…

1

Já trouxemos esse grupo inglês outras vezes no programa… mas vale lembrar que, apesar de todos os integrantes serem do Reino Unido, ele foi formado em Hamburgo, na Alemanha, a partir do grupo Prophesy, um trio formado pelo baixista Derek Moore, o baterista Ron Howden e o tecladista Allan Freeman… e o time se completou com a entrada do guitarrista e vocalista Roye Albrighton (ex-The Peeps e Rainbows)…

Em 69 eles adotaram o nome Nektar… e seria também na Alemanha que gravariam seus primeiros trabalhos, mantendo assim a sua associação ao prog germânico… o que só era acentuado pela sua estética, tanto na sonoridade como na temática… com os climas de teclados, guitarras e vocalizações… tudo combinando com as letras viajantes em álbuns conceituais como o disco de estreia, “Journey to the Centre of the Eye” de 71…

2

E, para completar, eles contavam com uma arma secreta, a criatividade do designer Mick Brockett, que forneceu ao grupo a sua marca visual, com efeitos de luzes, sombras e cores, e os lendários projetores de bolhas que complementavam as longas suítes do grupo em seus shows ao vivo… mas, como não podemos transmitir imagens por rádio, vamos ficar só com um pouco de dois dos melhores álbuns dessa fase do Nektar: “A Tab in the Ocean”, de 72 e “…Sounds Like This” de 73

Vocês ouviram o Nektar com “Desolation Valley”, “King of Twilight”, “Do You Believe in Magic” e “Cast your Fate”…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos conferir um pouco do material mais recente do Nektar, que voltou à atividade no novo milênio… e, desde então, lançou mais cinco álbuns de estúdio e quatro ao vivo.

3

Em 99, Roye Albrighton foi diagnosticado com uma infecção grave no fígado e chegou a ser desenganado… mas, depois de um transplante, ele se recuperou a resolveu deixar a aposentadoria de lado e ressuscitar o Nektar, que havia se separado em 1980, depois do mal sucedido álbum “Man in the Moon”…

Depois do fim do Nektar, Roye Albrighton formou o Grand Alliance com Derek Holt (ex-Climax Blues Band)… e eles chegaram a lançar um álbum homônimo em 83… mas sem muita repercussão… mudando-se novamente para a Inglatera, Roye lançaria só em 99 o seu primeiro álbum solo “The Follies of Rupert Treacle”… outro trabalho conceitual que antecedeu seu retorno com o Nektar.

4

A volta envolveu o tecladista original do grupo, Allan Freeman… e eles gravariam o álbum “Prodigal Son” de 2001… o baterista Ron Howden voltaria a partir do álbum “Evolution”… e o Nektar se manteria em atividade desde então, com mudanças e passagens de outros antigos integrantes, como o baixista Derek Moore e até o grande tecladista Larry Fast, que voltou para uma das tours… e nós vamos fechar com faixas dos álbuns “Evolution” de 2004, “Book of Days” de 2008 e “Time Machine” de 2013.

5

Vocês ouviram “Camouflage to White”, “King of the Deep”, “Tranquility” e “Juggernaut”, com o Nektar.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

NEKTAR

BG – NEW DAY DOWNING

1. DESOLATION VALLEY – 7:16

2. KING OF TWILIGHT – 4:16

3. DO YOU BELIEVE IN MAGIC – 7:16

4. CAST YOUR FATE – 5:44

BG – WINGS

TOTAL – 24:32

NEKTAR

BG –PHAZED BY THE STORM

5. CAMOUFLAGE TO WHITE – 7:05

6. KING OF THE DEEP – 8:52

7. TRANQUILITY – 5:06

8. JUGGERNAUT – 4:37

BG – DANCIN’INTO THE VOID

TOTAL: 25:40

TOTAL GERAL – 50:12

Ouça o Art Rock com Nektar que foi ao ar no dia 30/04/2016, clicando aqui.