Arquivo para junho, 2016

Tam White & Colin Scot

Posted in Programas with tags , on 23/06/2016 by Artrock

“Boa noite, para este programa vamos trazer dois cantores britânicos que nunca fizeram sucesso, mas gravaram belos álbuns hoje quase esquecidos…

Cover

Vamos começar com o cantor escocês Tam White, um blues & soul singer nascido em Edinburgo em 42 e que começou a sua carreira ainda adolescente tocando em um grupo skiffle no final dos anos 50… ele chegou a fazer parte do Dean Hamilton Combo, mas formaria em 64 os Boston Stranglers (mais tarde Dexters), que tinha como marca registrada as roupas de gangsters com que se apresentavam, incluindo metralhadoras…

Eles chegaram a gravar alguns singles que não tiveram repercussão… os Boston Dexters se separariam e Tam White e o guitarrista John Turnbull formariam o grupo The Buzz, que também não iria muito longe… mas ele seguiria carreira solo e lançaria em 1970 um álbum pelo selo Middle Earth…

Ele reviveria os Dexters nos anos 70, depois formaria o grupo The Shoestring Band com o baixista Boz Burrell do King Crimson & Bad Company e continuaria ativo, inclusive trabalhando como ator em séries da TV inglesa dos anos 80 e 90… ele deixaria a nossa realidade em 2010, com apenas 58 anos… e, para essa primeira parte do programa, nós selecionamos faixas do álbum “Tam White” de 1970…

Vocês ouviram Tam White, primeiro com uma cover para uma das maiores canções de coração partido da história: “I am a Rock” de Simon & Garfunkel, na sequência foi “Plasma Mountain Woman”, “Early morning rain”, “Little wheel spin and spin”, “Lewis Carroll tells lies”, “Ruby Tuesday” (que foi uma cover dos Stones) e depois “Future Thoughts” e “Cath”.

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos trazer agora um cantor inglês que estava na fronteira do folk e tinha amigos de peso… o genial Colin Scot.

Mini LP Front

Colin Thistlethwaite era filho de americanos, mas seus anos de formação foram no circuito folk da velha Inglaterra, tocando em espaços lendários como os clubes Middle Earth e Troubadour… e, embora ele estivesse nas fileiras do folk, suas apresentações sempre contavam com covers de Buddy Holly, energizando o palco e preparando o público para os shows que vinham depois…

E entre os grupos para os quais ele abria com frequência estavam alguns dos mais celebrados nomes do progressivo… por isso, quando ele foi gravar o seu álbum de estreia um verdadeiro quem é quem do prog resolveu colaborar… nada menos que Jon Anderson, Rick Wakeman, Peter Hammill, Jane Relf, Peter Gabriel, Robert Fripp, Phill Collins e muitos outros.

Na produção estava John Anthony, responsável por pérolas como “Nursery Cryme” do Genesis e “Pawn Hearts” do Van der Graaf Generator… mas esse trabalho genial seria ignorado em meio aos grandes lançamentos de 71, e o mesmo aconteceria com seus outros dois discos… ele deixaria nosso plano da realidade em 99 e só muito depois o álbum “Colin Scot” de 71 seria lançado em CD, confiram um pouco dessa raridade…

Vocês ouviram “Take me away”, “Nite people”, “You’re Bound To Leave Me Now”, “Hey! Sandy”, “Here we are in progress” e “Long time gone” com Colin Scot…

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

TAM WHITE

BG – PINKHILL STATION

1. I AM A ROCK – 2:51

2. PLASMA MOUNTAIN WOMAN – 3:09

3. EARLY MORNING RAIN – 3:02

4. LITTLE WHEEL SPIN AND SPIN – 2:46

5. LEWIS CARROLL TELLS LIES – 2:44

6. RUBY TUESDAY – 4:19

7. FUTURE THOUGHTS – 4:17

8. CATH – 2:36

BG – LADIES OF MONTE MARIA

TOTAL – 25:36

COLIN SCOT

BG – DO THE DANCE NOW, DAVEY

9. TAKE ME AWAY – 3:24

10. YOU’RE BOUND TO LEAVE ME NOW – 4:37

11. NITE PEOPLE – 4:16

12. HEY! SANDY – 4:14

13. HERE WE ARE IN PROGRESS – 4:27

14. LONG TIME GONE – 3:26

BG – MY RAIN

TOTAL: 24:24

TOTAL GERAL – 50:00

Ouça o Art Rock com Tam White & Colin Scot que foi ao ar no dia 18/06/2016, clicando aqui.

Anderson Ponty, Anderson Stolt

Posted in Programas with tags , on 17/06/2016 by Artrock

“Boa noite, hoje teremos um programa com dois projetos geniais do grande Jon Anderson, começando com a AndersonPonty Band, ou APB…

FOLDER

Depois do álbum “The Living Tree” com Rick Wakeman, lançado em 2010, Jon anunciou em 2012 que estava preparando um novo álbum que seria a continuação do seu lendário primeiro trabalho, “Olias of Sunhillow” de 76… mas esse projeto se arrastaria por anos e ele não ficaria parado nesse meio tempo, passando por uma fase de muitas tours e outros trabalhos.

E entre outras iniciativas, em 2014 ele se reuniria com o violinista Jean-Luc Ponty para a criação da AndersonPonty Band, que mudaria duas vezes de guitarrista mas se estabilizaria com a entrada de Jamie Glaser, um veterano que já havia tocado com Jean-Luc e também com Chick Corea e até Bryan Adams…

Depois de uma longa espera o álbum “Better late than never” sairia em 2015 e incluía um DVD, registrando a apresentação do grupo na Wheeler Opera House de Aspen, no Colorado, em setembro de 2014… é um trabalho que reinventa temas clássicos dos dois músicos e é um pouco dessa bela parceria que nós selecionamos para a primeira parte do programa de hoje…

Vocês ouviram a AndersonPonty Band com “Intro”, “One in the rhythm of hope”, “Infinite mirage”, “Soul eternal”, “Renaissance of the Sun” e “Roundabout”.

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E vamos continuar com as colaborações de Jon Anderson, agora trazendo sua parceria com o grande guitarrista e vocalista sueco Roine Stolt.

Front

Mostrando que está em uma fase produtiva, Jon nem bem tinha lançado o álbum com Jean-Luc Ponty e já estava anunciando outra parceria, e com uma figura que, além de genial, também está entre os mais prolíficos músicos do prog. rock desde os anos 70… Roine Stolt, do Kaipa, Flower Kings e Transatlantic.

Tudo começou em um encontro dos dois durante o cruzeiro Progressive Nation at Sea… uma iniciativa de Mike Pornoy, reunindo grandes nomes do prog para um passeio de 4 dias em 2014, se apresentando a bordo do navio Norwegian Pearl… Jon Anderson participou e o Transatlantic também… e com a ajuda de Thomas Waber do selo InsideOut, os dois começaram a trocar ideias para músicas épicas inspiradas nos clássicos dos anos 70…

As gravações começaram em 2015, mas ambos não deixaram de lado os seus outros projetos… e o álbum “The invention of Knowledge” saiu em 2016, mostrando que o paradigma progressivo continua sendo capaz de criar sem grilhões… pelo menos quando não tem a pressão de uma mega gravadora para ganhar milhões de dólares às custas da pasteurização do talento dos seus músicos…

Vocês ouviram “Invention”, “Knowledge” e “Chase and harmony”, faixas que são segmentos extraídos das longas suítes do álbum “The invention of Knowledge” da dupla Anderson/Stolt.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

ANDERSONPONTY BAND

BG – OWNER OF A LONELY HEART

1. INTRO – 1:18

2. ONE IN THE RHYTHM OF HOPE – 4:34

3. INFINITE MIRAGE – 3:48

4. SOUL ETERNAL – 4:58

5. RENAISSANCE OF THE SUN – 6:37

6. ROUNDABOUT – 5:27

BG – A FOR ARIA

TOTAL – 26:43

ANDERSON-STOLT

BG – WE ARE TRUTH

7. INVENTION – 9:40

8. KNOWLEDGE – 6:31

9. CHASE AND HARMONY – 7:18

BG – EVERYBODY HEALS

TOTAL: 23:28

TOTAL GERAL – 50:11

Ouça o Art Rock com Anderson Ponty, Anderson Stolt que foi ao ar no dia 11/06/2016, clicando aqui.

Pell Mell

Posted in Programas with tags on 17/06/2016 by Artrock

“Boa noite, hoje teremos no programa um dos melhores grupos sinfônicos do prog. germânico, o Pell Mell…

?????????????

Formado na cidade de Marburg em 1971, o Pell Mell tinha em sua formação inicial o tecladista Otto Pusch, o baixista Jorg Gotzfried, o baterista Mitch Kniesmeijer, o vocalista e guitarrista Rudolf Schon e o guitarrista e violinista Thomas Schmitt… e eles lançariam em 72 o seu primeiro álbum, batizado com o nome da sua cidade natal e contando a produção do grande Dieter Dierks.

O som tinha elementos do Nice e do Emerson, Lake and Palmer, mas com o violino dialogando com o órgão hammond em meio a temas eruditos… e o álbum “From the New World” de 73 desenvolvia ainda mais o estilo característico do grupo, aprimorado com a entrada do virtuoso Dietrich Justus Noll…

?????????????

Infelizmente, essa formação não iria muito longe… Schmitt, Schon e Kniesmeijer seguiriam em frente, recrutando novos músicos para completar o time, mas a gravação do terceiro álbum só começaria em 75 e ainda levaria um tempo para eles conseguirem lançar o disco… para essa primeira parte nós selecionamos um pouco dos dois primeiros trabalhos do Pell Mell…

Vocês ouviram o Pell Mell com “Friend” e “From the New World”, essa última uma versão para a sinfonia no. 9 de Dvořák…

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar trazendo o genial Pell Mell, um grande grupo que não é tão conhecido fora da Alemanha.

?????????????

O álbum “Rhapsody” saiu em 76, e trazia um som mais dominado pelos sintetizadores, introduzidos pelos novos tecladistas, Cherry Hochdorfer e Ralph Lippmann, que também era guitarrista… mas as mudanças não comprometiam a proposta do Pell Mell e o disco foi muito bem recebido no cenário progressivo europeu.

Só que a segunda metade da década de 70 também seria uma época de mudanças no mercado musical, e elas iriam acabar atingindo até os melhores grupos progressivos… e o álbum “Only a Star” de 78, embora seja considerado um dos melhores exemplos do prog. sinfônico alemão, acabaria sendo o último da fase clássica do Pell Mell…

?????????????

Thomas Schmitt formaria o Skyrider, lançando um álbum em 1980 e chegando a gravar um segundo trabalho, que seria engavetado e só seria lançado em 2013… o desinteresse da gravadora levou Thomas a voltar a usar o nome Pell Mell e, com isso, ainda conseguiu chamar a atenção e lançar mais um álbum em 81… mas essa fase fica para outro programa… ouçam faixas dos últimos dois registros do grupo ainda nos anos 70.

Vocês ouviram “Wanderer”, “Prelude”, “Paris the past”, “Count Down” e “Disilusion”, com o Pell Mell.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

PELL MELL

BG – THE CLOWN AND THE QUEEN

1. FRIEND – 7:11

2. FROM THE NEW WORLD – 16:03

BG – SUITE II

TOTAL – 23:14

PELL MELL

BG – FROST OF AN ALIEN DARKNESS

3. WANDERER – 2:32

4. PRELUDE – 3:17

5. PARIS THE PAST – 8:07

6. COUNT DOWN – 4:52

7. DISILUSION – 8:43

BG – CAN CAN

TOTAL: 27:32

TOTAL GERAL – 50:46

Ouça o Art Rock com Pell Mell que foi ao ar no dia 04/06/2016, clicando aqui.

July & Tom Newman

Posted in Programas with tags , on 10/06/2016 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje vamos trazer os antecedentes e um fragmento da carreira solo de um músico e também produtor dos anos 70, responsável por muitos álbuns progressivos… incluindo vários do grande Mike Oldfield.
July [SAME 68' UK] Book-Out

Estamos nos referindo ao vocalista e guitarrista Tom Newman, que começou sua carreira nos anos 60 com o grupo The Dreamers, que tocava covers dos Shadows e dos Everly Brothers… eles mudaram de nome para The Tomcats e, em 65, estavam praticamente se separando, mas acabaram se juntando a membros do grupo Second Thoughts e seguiram em frente…

Em 68 eles mudaram novamente de nome, e seria como July que conseguiriam um contrato com a Major Minor Records, lançando o compacto “My Clown” e depois o álbum “July”, em 69… mas, apesar do esforço e da qualidade do trabalho, o grupo não chamou atenção com o seu rock psicodélico e eles acabaram se separando de vez ainda naquele ano.

R-2190181-1271362193.jpeg

O guitarrista e tecladista Tony Duhig e o flautista John Field acabariam formando o Jade Warrior… mas Tom Newman era amigo de um tal Richard Branson e, por isso, seguiria um outro caminho… só em 2009 ele voltaria a reunir os amigos sobreviventes e traria de volta o July, lançando o álbum “Resurrection” em 2013… mas ele fica para outro programa, hoje vamos ouvir um pouco do som original dos anos 60.

Vocês ouviram o July com “My Clown”, “Hallo to me”, “The way”, “Move on sweet flower”, “Crying is for writers”, “Friendly man”, “Look at her” e “Man outside…”

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um fragmento da carreira solo de Tom Newman, que seguiu um caminho diferente do tomado pelos seus companheiros do July…

Depois do fim do July, Tom Newman foi trabalhar com o amigo Richard Branson e ajudou a criar o lendário The Manor Studio em Oxford… que evoluiria para se transformar na Virgin Records e levaria Branson a se tornar um bilionário e até a ser sagrado cavaleiro no ano 2000.

Front

Tom foi um dos grandes responsáveis por essa história, pois ele foi nada menos que o produtor e engenheiro de som do álbum que começou essa arrancada: “Tubular Bells” de Mike Oldfield… ele também chegaria a participar da apresentação ao vivo da íntegra do álbum na BBC em 73 e seguiria em carreira solo, com trabalhos que vão do progressivo ao new age…

E para essa segunda parte do programa nós selecionamos um dos seus álbuns mais famosos: “Faerie Symphony”, de 77, uma viagem sonora por terras élficas que contou com a ajuda, entre outros, de seus antigos colegas do July… e que seria o último da primeira fase da sua carreira solo, depois disso ele passaria quase 10 anos sem gravar, voltando apenas nos anos 80 com uma produção mais voltada para a new age.

Vocês ouviram “Little voices of the Tarans”, “The Seelie Court”, “The spell breaks”, “The dance of Daoine Sídhe”, “The Unseelie Court” e “The soujourn to the Dun of Culann the smith” com Tom Newman.

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

JULY

BG – DANDELION SEEDS

1. MY CLOWN – 3:25

2. HALLO TO ME – 3:02

3. THE WAY – 3:25

4. MOVE ON SWEET FLOWER – 3:28

5. CRYING IS FOR WRITERS – 2:38

6. FRIENDLY MAN – 3:12

7. LOOK AT HER – 2:18

8. MAN OUTSIDE – 3:28

BG – I SEE

TOTAL – 24:54

TOM NEWMAN

BG – THE COURTING OF EMER

9. LITTLE VOICES OF THE TARANS – 1:48

10. THE SEELIE COURT – 4:28

11. THE SPELL BREAKS – 4:05

12. THE DANCE OF DAOINE SÍDHE – 3:34

13. THE UNSEELIE COURT – 4:50

14. THE SOUJOURN TO THE DUN OF CULANN THE SMITH – 6:48

BG – CYCLE FOR MOVING DUNES

TOTAL: 25:33

TOTAL GERAL – 50:27

Ouça o Art Rock com July & Tom Newman que foi ao ar no dia 28/05/2016, clicando aqui.

REPRISE: Genesis

Posted in Programas with tags on 10/06/2016 by Artrock

Olá ouvintes do Art Rock! O programa de 21-05-2016, foi um reprise com o Genesis! Confiram este programa clicando aqui!

Vocês também podem acessar o link do programa diretamente aqui.

a-trick-of-the-tail

 wind-wuthering

the-way-we-walk-vol2