Arquivo para dezembro, 2016

REPRISE: Apocalyptica & Rondellus

Posted in Programas with tags , on 27/12/2016 by Artrock

Olá ouvintes do Art Rock! O programa de Natalino de 24-12-2016, foi um reprise com o Apocalyptica & RondellusConfiram este programa clicando aqui!

Vocês também podem acessar o link do programa diretamente aqui.

apocalyptica-inquisition-symphony

apocalyptica-plays-metallica

rondellus-sabbatum

rondellus

Anúncios

Greg Lake

Posted in Programas with tags , , on 21/12/2016 by Artrock

“Boa noite, hoje teremos um programa dedicado a um baixista e vocalista que foi figura central de dois dos mais importantes grupos da história do rock… o King Crimson e o Emerson, Lake & Palmer.

1

Estamos nos referindo a Gregory Stuart Lake, que nasceu em Dorset, na Inglaterra, em 1947 e compôs sua primeira música, “Lucky Man”, quando ainda tinha 12 anos… ela emergiria em um álbum muitos anos depois, mas primeiro ele teria lições de guitarra, e foi nessas aulas que ele conheceu um garoto da região que se tornaria seu amigo… o jovem Robert Fripp.

Mas, antes que essa amizade rendesse frutos, Greg Lake passaria por muitos grupos… ele começou tocando covers com o Unit Four… em 67 gravou o seu primeiro compacto com o Shame, depois gravaria outro com os Shy Limbs e também passaria um tempo com os Gods, junto de Ken Hensley, futuro Uriah Heep… até que, em 69, Robert Fripp o chamou para um novo projeto: o King Crimson.

2

Greg Lake seria o vocalista do novo grupo… só havia uma condição: ele teria que trocar a sua guitarra pelo baixo, pois a posição de guitarrista seria de Fripp… e assim nascia um dos grupos fundadores da linguagem progressiva… para essa primeira parte, nós selecionamos faixas dos dois primeiros álbuns do King Crimson, “In the Court of the Crimson King” de 69 e “In the Wake of Poseidon” de 70.

Vocês ouviram “21st Century Schizoid Man”, “The Court of the Crimson King” e “In the Wake of Poseidon”.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar lembrando o grande Greg Lake, outra vítima do ceifador implacável, que estava muito ativo durante o ano de 2016…

3

Desde o começo, a repercussão do King Crimson foi grande, com o grupo sendo alçado para os primeiros escalões do rock inglês nessa nova linguagem musical que estava nascendo, o progressivo… mas, na bem sucedida tour americana de 69 eles tiveram como banda de apoio o Nice de Keith Emerson… e com isso surgiu a ideia de um novo projeto…

4

Greg Lake deixaria o King Crimson em abril de 1970 para formar o novo grupo junto com Keith Emerson e com o baterista Carl Palmer, ex-Atomic Rooster… e o E.L.P. se tornaria um dos maiores sucessos do rock dos anos 70, com uma sonoridade marcante, onde a complexidade e a fusão de elementos da música sinfônica não os impendiam de lotar estádios e vender milhões de cópias de seus álbuns… pois as gravadoras ainda não haviam resolvido deixar de divulgar o progressivo.

Greg Lake teria uma carreira longa e movimentada depois do ELP, que voltaria nos anos 90 e faria sua última apresentação no High Voltage Festival, em Londres, em 2010… Emerson escolheu deixar nossa mísera realidade em março de 2016… e, em sete de dezembro, foi a vez de Lake atravessar a barreira insondável, outra voz silenciada em um ano de grande tristeza e que levou muitas outras.

5

Vocês ouviram o Emerson, Lake and Palmer com “Knife-edge”, “Lucky Man”, “From the Beginning” e “Jerusalem”.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin … lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… vamos encerrar com uma antológica versão à capela da clássica “Epitaph” do King Crimson, o tom apropriado para celebrar outro clamor silenciado da era progressiva… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

KING CRIMSON

BG – PICTURES OF A CITY

1. 21st CENTURY SCHIZOID MAN – 7:24

2. THE COURT OF THE CRIMSON KING – 9:23

3. IN THE WAKE OF POSEIDON – 7:57

BG – I TALK TO THE WIND

TOTAL – 24:44

EMERSON, LAKE & PALMER

BG – THE BARBARIAN

4. KNIFE-EDGE – 5:07

5. LUCKY MAN – 4:38

6. FROM THE BEGINNING – 4:18

7. JERUSALEM – 2:44

BG – KARN EVIL 9: 2nd IMPRESSION

TOTAL: 25:36

ENCERRAMENTO – KING CRIMSON

8. EPITAPH – 8:49

TOTAL GERAL – 50:20

Ouça o Art Rock com Greg Lake que foi ao ar no dia 17/12/2016, clicando aqui.

Echolyn

Posted in Programas with tags on 12/12/2016 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje teremos um grupo norte americano que foi um dos pioneiros do renascimento progressivo da década de 90… o Echolyn.
1

Formado na Pensylvania em 1989, o Echolyn surgiu a partir do grupo Narcissus, uma banda cover que havia se separado, deixando o seu guitarrista Brett Kull e também o baterista Paul Ramsey livres para tentar algo original… para completar o time eles chamaram o tecladista Chris Buzby, o baixista Jesse Reyes e também o seu antigo colega do Narcissus, o vocalista Ray Weston.

Eles começaram a tocar no circuito alternativo da região… e já tinham um novo baixista, Tom Hyatt, na época da gravação do álbum “Echolyn”, que foi lançado em 1991 de forma independente, ainda sem contratos com grandes gravadoras… e o mesmo ocorreu com “Suffocating the Bloom” de 92…

2

A sonoridade rica em harmonias vocais e cheia de contrapontos já definia o estilo do Echolyn… e, no ano seguinte, eles conseguiram lançar outro trabalho, o EP “…and Every Blossom”… cujo nome fazia alusão ao álbum de 92, e que seria o último registro independente do grupo antes de assinarem o contrato com a Sony Music, que renderia o álbum “As the World” de 85…

Vocês ouviram “One Voice”, “Here I Am”, “All Ways the Same”, “As the World” e “Never the Same”, com o Echolyn.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um pouco da fase mais recente do Echolyn, que se separou na década de 90, mas que voltaria a se reunir anos mais tarde…

3

A excelente repercussão do álbum “As the World” e o contrato com Sony pareciam indicar que eles estavam para chegar ao chamado mainstream sem ter que comprometer a sua visão musical… mas a verdade é que a gravadora não tinha nenhum interesse em promover o trabalho do Echolyn… o que eles queriam era um grupo que gravasse se e quando eles quisessem e não incomodasse com excursões dispendiosas.

Com o próprio dinheiro, eles tentaram seguir em frente e até foram a atração principal do ProgDay Festival na Carolina do Norte, em 95… mas, desiludidos, acabaram se separando… Brett Kull, Paul Ramsey e Ray Weston formaram o Still e Chris Buzby formaria o Finneus Gauge… mas, no ano 2000, eles voltariam a se reunir, começando uma nova fase para o Echolyn e lançando o álbum “Cowboy Poems Free”.

Tom Hyatt voltaria para o álbum “The End is Beautiful” de 2005 e, desde então, eles continuam em atividade, gravando belos trabalhos de forma independente, sem tentar novos contratos com grandes gravadoras… e, para essa segunda parte do programa, nós selecionamos faixas de “I Heard You Listening” de 2015.

Vocês ouviram o Echolyn com “Messenger of All’s Right”, Empyrean Views”, “Vanishing Sun” e “Love, why weren’t you missed”.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin … lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

ECHOLYN

BG –WINTHERTHRU

1. ONE VOICE – 5:21

2. HERE I AM – 5:22

3. ALL WAYS THE SAME – 0:35

4. AS THE WORLD – 4:52

5. NEVER THE SAME – 7:55

BG – 21

TOTAL – 24:05

ECHOLYN

BG – WARJAZZ

6. MESSENGER OF ALL’S RIGHT – 6:24

7. EMPYREAN VIEWS – 9:18

8. VANISHING SUN – 7:34

9. LOVE, WHY WEREN’T YOU MISSED – 3:39

BG – DIFFERENT DAYS

TOTAL: 26:45

TOTAL GERAL – 50:50

Ouça o Art Rock com Echolyn que foi ao ar no dia 10/12/2016, clicando aqui.

Glass Hammer

Posted in Programas with tags on 12/12/2016 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos trazer no programa o grupo americano Glass Hammer, que entrou para a árvore genealógica do Yes depois que seu vocalista, Jon Davison, passou a integrar o gande Yes…

1

Já trouxemos no programa esse grupo do Tennessee, mas vale lembrar que eles surgiram em 1992, em torno dos multi-instrumentistas Fred Schendel e Steve Babb… que, na época, usava o nome Stephen DeArqe… e eles começaram como um projeto paralelo, enquanto seguiam com o Wyzards, seu grupo principal, que tinha sido formado em 1980.

A ideia era fazer um álbum conceitual sobre o personagem Aragorn da saga O Senhor dos Anéis… que já era um tema celebrado no rock muito antes de se tornar a série de filmes de Peter Jackson… e o interesse sempre presente na obra de J.R.R. Tolkien levou “Journey of the Dunadan” a se tornar um sucesso em vendas pela internet, acabando por levar o Glass Hammer a ganhar vida própria.

2

E para essa primeira parte do programa de hoje nós selecionamos justamente um pouco da inspiração tolkienesca da dupla Babb e Schendel, com faixas do primeiro trabalho do Glass Hammer, “Journey of the Dunadan” de 93 e também de “The Middle Earth Album” de 2001, em que já se podia ouvir os vocais de Susie Bogdanowicz, que havia sido substituída por Jon Davison em 2009 e que voltaria em 2013 quando ele foi assumir os vocais do Yes…

Vocês ouviram “Something’s Coming”, “Song of the Dunadan”, “Why I Cry (Arwen’s Song)”, “Elrenn and Endereth” e “Mithrandir (This Fading Age)”, com o Glass Hammer.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar com o Glass Hammer, agora trazendo o álbum de 2016, “Valkyrie”, que foi uma sugestão do nosso amigo e colaborador Almir Octávio…

3

O Glass Hammer esteve entre os grupos que lideraram o ressurgimento do rock progressivo nos Estados Unidos nos anos 90, sempre seguido por uma grande quantidade de fãs… e eles já tiveram muitas fases e vocalistas… na verdade até Schendel & Babb também assumem ocasionalmente os vocais… mas a volta de Susie Bogdanowicz foi muito bem recebida pelos apreciadores do grupo.

Susie havia sido vocalista em uma das fases mais prolíficas do Glass Hammer, do ano 2000 até 2009, e seu retorno marca um recomeço para o grupo, e uma retomada da sua sonoridade clássica, deixada um pouco de lado durante o período em que Jon Davison era o vocalista principal…

As influências dos grandes nomes do progressivo inglês dos anos 70, e principalmente do Yes, continuam visíveis, mas a bela voz de Susie Bogdanovicz dá o tom pessoal que define a identidade do Glass Hammer… e “Valkyrie” é um álbum conceitual, como “Lex Rex” de 2002 e “Perilous” de 2012… dessa vez tendo como tema a experiência da guerra, pelo olhar de um soldado que tenta encontrar seu o caminho de volta para casa.

Vocês ouviram o Glass Hammer com “Golden Days”, “No Man’s Land” e “Eucatastrophe”…

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… nós agradecemos o nosso amigo Almir Octávio que forneceu o material para a segunda parte do programa de hoje… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin … lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

GLASS HAMMER

BG – SWEET GOLDBERRY

1. SOMETHNG’S COMING – 3:18

2. SONG OF THE DUNADAN – 9:14

3. WHY I CRY (ARWEN’S SONG) – 5:20

4. ELRENN AND ENDERETH – 2:32

5. MITHRANDIR (THIS FADING AGE) – 5:10

BG – A MAN IN THE WOOD

TOTAL – 25:35

GLASS HAMMER

BG – VALKYRIE

6. GOLDEN DAYS – 6:20

7. NO MAN’S LAND – 14:20

8. EUCATASTROPHE – 3:27

BG – DEAD AND GONE

TOTAL: 24:07

TOTAL GERAL – 49:42

Ouça o Art Rock com Glass Hammer que foi ao ar no dia 03/12/2016, clicando aqui.