Aniversário 20 anos

“Boa noite, começamos o programa de hoje ouvindo “Truckin’” do grande Grateful Dead, e a razão desse começo diferente está no refrão que diz: “Que longa e estranha tem sido essa viagem”… e isso tem tudo a ver, pois hoje estamos comemorando os 20 anos do Art Rock, uma viagem sem parada que foi muito além do que podíamos imaginar.

Essa história começou em meados dos anos 90, quando meus amigos Pedro do Rosário e Horácio DeBonis, que tinham a saudosa 801, uma das melhores lojas de discos da cidade, me chamaram para contribuir com um projeto que eles estavam desenvolvendo junto de Cyro Ridal aqui na ÉParaná, que na época ainda era simplesmente a Rádio Educativa e estava experimentando com uma nova ideia…

A ideia era criar um conjunto de programas que explorassem todas as famílias do rock… programas que seriam imaginados e produzidos por colecionadores e reunidos em um horário fechado, nas noites de sexta feira… e a chefia da rádio, que na época (como agora) estava aos cuidados de José de Melo, reconheceu o valor e deu permissão para levar o projeto adiante…

O resultado seria o memorável horário de Todos os Caminhos do Rock… que dominou as sextas da rádio nos anos seguintes… e, no começo, eu coproduzi os programas Adrenorock e Rocktrip… só faltava um programa mais voltado para o progressivo… e, mais tarde, o Cyro nos contaria que foi preciso romper a resistência às músicas longas, mas, depois de vencida essa briga me perguntaram se eu não gostaria de assumir esse desafio… eu chamei o meu amigo Beto Bittencourt e assim surgiu o Art Rock.

Abrindo esse bloco vocês ouviram “Larks Tongues in Aspic” do King Crimson, faixa de onde extraímos o tema do nosso programa que foi ouvido pela primeira vez em 18 de dezembro de 1997… e como isso foi há muito tempo atrás, a faixa seguinte só poderia ser “Time” do Pink Floyd… um dos maiores clássicos do prog. rock…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós seguimos em frente com o Art Rock de aniversário, lembrando um pouco da história desse programa que chega aos 20 ininterruptos no ar, sempre aqui na éParaná.

O nome do programa e também o logotipo foram ideias do nosso amigo Beto Bittencourt que, durante 12 anos, dividiu a produção do Art Rock comigo… eu, Vidal Costa, assumi a locução, e nós selecionávamos as faixas e produzíamos o programa a 4 mãos… bom, na verdade a 6, pois não podemos esquecer quem fica na mesa de som.

No começo nós tivemos como operadores de som os amigos Fábio Comparin e Reinaldo Vilasboas… mas, há bem mais de 10 anos essa tarefa passou para as mãos habilidosas do querido amigo Abílio Henrique, que, com o seu perfeccionismo, nos ajudou a refinar o formato do programa… e também não poderíamos esquecer da nossa querida Ana Barbara Vicentin: amiga, colaboradora, coprodutora e webmaster do nosso cantinho na internet, o blog do Art Rock.

A Ana Barbara e a Ana Paula, as gêmeas progressivas, produziram e apresentaram muitos programas… e, como elas, temos que lembrar nosso amigo Almir Octávio, ouvinte e colaborador desde o começo e também o colega Rubens Treschanke, que divulga o programa na RST Radio Rock… foi uma longa viagem até aqui e nós nunca conseguimos apoio cultural, mas seguimos em frente enquanto desapareciam os outros programas e mesmo o próprio horário de Todos os Caminhos do Rock… hoje o Beto não produz mais com a gente, mas o nome dele continua nos créditos pois esse é o nosso programa e eu não sou dessas pessoas que gostam de encerrar as coisas… afinal, é por isso que o Art Rock ainda está aqui, depois de 20 anos…

Vocês ouviram os Moody Blues com uma viagem pela história da música, a faixa “Procession/The Story is in your Eyes” e depois foi uma canção de aniversário: “The Magician’s Birthday” com o Uriah Heep.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin, lá você poderá fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem, e fiquem agora com uma faixa do incomparável Jethro Tull que é perfeita para fechar este nosso especial de 20 anos… “Too Old to Rock and Roll, too Young to Die”… só para lembrar que podemos estar ficando velhos demais para o rock and roll, mas ainda não é a hora de deixar esse plano da realidade.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

 

1. GRATEFUL DEAD – TRUCKIN’ – 5:07

BG – US AND THEM

2. LARKS’ TONGUES IN ASPIC, PART I – 13:37

3. PINK FLOYD – TIME – 7:07

BG – LARKS’ TONGUES IN ASPIC, PART II

TOTAL –25:51

BG – THE MOODY BLUES – OUR GUESSING GAME

4. THE MOODY BLUES – PROCESSION/THE STORY IS IN YOUR EYES – 7:41

5. URIAH HEEP – THE MAGIGIAN’S BIRTHDAY – 10:21

BG – URIAH HEEP – ECHOES IN THE DARK

6. JETHRO TULL – TOO OLD TO ROCK AND ROLL (TOO YOUNG TO DIE) – 5:43

TOTAL: 23:45

TOTAL GERAL – 49:36

Ouça o Art Rock Comemorativo de 20 anos que foi ao ar no dia 23/12/2017, clicando aqui.

Anúncios

2 Respostas to “Aniversário 20 anos”

  1. Um pouco atrasado mas sincero. Paz, Saúde, Prosperidade e muita Música para todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: