Mike Oldfield

“Boa noite, hoje teremos no programa uma lenda bem viva do progressivo inglês, o genial multi-instrumentista Mike Oldfield.

Já trouxemos o incansável Michael Gordon Oldfield muitas vezes no programa… e todo bom prog head conhece muito bem esse grande nome dos anos 70 que continuaria muito ativo nas décadas seguintes, mantendo um ritmo invejável de lançamentos e sem dar sinais de estar pensando em aposentar-se como muitos outros da sua geração.

Para essa primeira parte do programa nós selecionamos faixas do álbum “QE2” de 1980… um trabalho que, tanto no nome como na própria capa, prestava homenagem ao transatlântico Queen Elizabeth 2, que na época era considerado o último dos grandes navios de passageiros, pois eles andavam em baixa… e ninguém imaginava que iriam voltar com força total a partir dos anos 90.

O álbum “QE2” foi o primeiro a contar com a participação da vocalista Maggie Reilly, que se tornaria uma colaboradora frequente de Mike Oldfield… além disso, também participam outras figuras conhecidas como Phil Collins na bateria, Guy Barker no trompete e outro colaborador frequente, David Bedford, nos arranjos do coral e do quarteto de cordas…

Com Mike Oldfield, vocês ouviram “Taurus 1”, “Conflict”, “Arrival” que foi, acreditem ou não, uma cover do ABBA, e depois “Mirage” e “QE2”.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer o álbum de 2017 de Mike Oldfield, una retomada temática de um dos seus trabalhos mais celebrados…

Além de ser um dos mais bem sucedidos, o álbum “Ommadawn” de 75 é até hoje um dos mais apreciados pelos fãs de Mike Oldfield… mas a rica e eclética sonoridade encobria um momento de crise pessoal para o músico, que transformou a dor pela perda da mãe em um elemento catalizador para a sua criatividade… e o mesmo voltaria a ocorrer 40 anos mais tarde.

Depois de reorquestrar sua música para a abertura das Olimpíadas de Londres em 2012, Mike se viu em um momento de grande realização pessoal… mas esse ponto alto foi seguido por uma sucessão de perdas pessoais nos anos seguintes, acabando por criar o ambiente para o resgate da proposta estética de “Ommadawn”…

Lançado em 2017, “Return to Ommadawn” contém a rica tapeçaria sonora de instrumentos acústicos entrecortada por reproduções contemporâneas de instrumentos inacessíveis no refúgio de Mike Oldfield nas Bahamas… e o resultado é um belo trabalho que não estaria deslocado junto ao “Ommadawn” original…

Vocês ouviram Mike Oldfield com “Return to Ommadawn, Pt. 1”…

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin, lá você poderá fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

MIKE OLDFIELD

BG – WONDERFUL LAND

1. TAURUS 1 – 10:17

2. CONFLICT – 2:49

3. ARRIVAL – 2:48

4. MIRAGE – 4:39

5. QE2 – 7:38

BG – MOLLY

TOTAL –28:10

MIKE OLDFIELD

BG – RETURN TO OMMADAWN, PT. 2

6. RETURN TO OMMADAWN, PT. 1 – 21:10

BG – RETURN TO OMMADAWN, PT. 2

TOTAL: 21:10

TOTAL GERAL – 49:20

Ouça o Art Rock com Mike Oldfield que foi ao ar no dia 24/03/2018, clicando aqui.

2 Respostas to “Mike Oldfield”

  1. Augusto da Veiga Says:

    Olá Vidal. Belíssimo trabalho. Parabéns! Uma super produção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: