Arquivo para Circulus

Sol Invictus & Circulus

Posted in Programas with tags , on 05/07/2018 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje vamos explorar as nem sempre bucólicas paisagens do neo-folk britânico, começando com um grupo veterano que já passou das três décadas de carreira, o Sol Invictus.

Mostrando a natureza infinitamente polimórfica do rock, alguns grupos fundadores do movimento neo-folk podem traçar suas origens ao punk rock… esse é o caso do Sol Invictus, cujo fundador, Tony Wakeford, era o baixista do grupo punk Crisis, onde também tocava o guitarrista Douglas Pearce, com quem ele formaria em 81 o Death in June, considerado um dos catalizadores do ressurgimento do folk rock inglês.

Como outros punk rockers desiludidos Tony Wakeford acabaria seguindo caminho do radicalismo de direita, o que o levaria a ser convidado a sair do Death in June em 84… logo depois ele formaria o projeto Above the Ruins… mas essa fase funesta não iria longe… em 87 ele formaria o Sol Invictus, cujo nome celebrava o deus solar romano e já indicava a nova direção que ele tomaria em sua música.

Descrito como folk noir e até apopcalyptic-folk, o Sol Invictus é dono de uma carreira prolífica em que os elementos políticos foram dando lugar à exploração do rico legado do paganismo que já é anunciado no nome do grupo… Tony Wakeford também gravaria com o Nurse With Wound e com o Current 93, fundaria o Orchestra Noir e manteria ainda uma movimentada carreira solo… mas, nessa primeira parte do programa, vocês ficam com um pouco do som singular do Sol Invictus.

Vocês ouviram o Sol Invictus com “Amongst the Ruins”, “Death of the West”, “Time Flies”, “Remember and Forget”, “Gods”, “We are the Dead Men” e “The Edge Beckons”.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos continuar com o folk inglês, mas agora com um grupo que já trouxemos no programa há muito tempo, o Circulus.

O Circulus paga tributo ao folk psicodélico dos anos 60, influenciado por grandes nomes como o Fairport Convention, o Steeleye Span e o Pentangle… mas também do genial Jade, de Dave Waite & Marianne Segal, sendo que nesse último caso eles levaram sua admiração um passo adiante, chegando a colaborar no álbum de retorno da cantora, lançado em 2007.

Centrado em torno do multi-instrumentista Michael Tyak, o Circulus surgiu em 97 e lançaria três belos trabalhos até 2009… depois disso, o grupo não voltaria a lançar novos trabalhos de estúdio, apesar de possuírem seu próprio selo, a Mythical Cake Records…

Com uma sonoridade que eles mesmo descrevem como medieval space rock ou barroque & roll , o Circulus anunciou um novo álbum de estúdio em 2018… mas esse trabalho fica para outro Art Rock, para fechar o programa de hoje nós selecionamos faixas do álbum “Thoughts Become Reality” de 2009, o último da primeira fase do grupo.

Com o Circulus vocês ouviram “Transmuting Power”, “Guide our Way”, “Michaels Garden”, “Packingtons Pound”, “Tristan Laments” e “Kalenda Maya”.

O Art Rock fica por aqui, o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Araly Moser… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin, lá você poderá fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

SOL INVICTUS

BG – THE BLADE

1. AMONGST THE RUINS – 2:53

2. DEATH OF THE WEST – 2:10

3. TIME FLIES – 6:50

4. REMEMBER AND FORGET – 3:43

5. GODS – 5:14

6. WE ARE THE DEAD MEN – 2:08

7. THE EDGE BECKONS – 3:34

BG – PETALS FROM A ROSE

TOTAL: 26:32

CIRCULUS

BG – SUMMER IS INCUMEN IN

1. TRANSMUTING POWER – 4:32

2. GUIDE OUR WAY – 3:34

3. MICHAELS GARDEN – 3:11

4. PACKINGTONS POUND – 3:43

5. TRISTAN LAMENTS – 4:09

6. KALENDA MAYA – 4:17

BG – TROTTO

TOTAL: 23:27

TOTAL GERAL – 49:59

Ouça o Art Rock com Sol Invictus & Circulus que foi ao ar no dia 30/06/2018, clicando aqui.

Anúncios

Jethro Tull & Circulus

Posted in Programas with tags , on 25/03/2011 by Artrock

“Boa noite, no programa de hoje vamos trazer um pouco do folk rock britânico… começando com um grupo que é uma das unanimidades do rock, o grande Jethro Tull.

Naturalmente, o Jethro dispensa maiores apresentações, pois foi e continua sendo um dos grupos mais respeitados tanto no mundo do prog quanto do folk rock… e eles estão em plena tour comemorativa dos 40 anos do clássico álbum “Aqualung”… uma tour  imperdível para os fãs desse grupo que sempre  já experimentou com vários estilos, sempre oferecendo trabalhos geniais.

No começo o guitarrista Mick Abrahams tentou levar o Jethro na direção dos blues amplificados, no estilo de um Savoy Brown, mas a sua saída abriu o caminho para a liderança de Ian Anderson, e o flautista e vocalista tinha outros planos… sob a sua batuta o grupo se voltaria para o folk rock e para o progressivo, cruzando as duas linguagens de uma forma única e inconfundível.

O Tull tem uma vasta discografia e muitos dos seus álbuns podem ser considerados essenciais… mas, para o programa de hoje, nós selecionamos material extraído do estupendo disco ao vivo lançado em 1992… o genial “A little Light Music”, em que o grupo apresentava o seu lado mais folk, graças à presença do baixista Dave Pegg e do baterista David Mattacks, ambos pertencentes ao decano do folk rock inglês… o grande Fairport Convention…

Vocês ouviram o Jethro Tull com “Living in the past”, “Rocks on the road”, “John Barleycorn” (que é uma canção folk tradicional) e, por último, “Locomotive Breath”…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora, para mostrar que o folk rock está bem vivo na velha Inglaterra, vamos trazer um dos melhores exemplos da nova geração folk… o genial Circulus.

Formado nos anos 90, o Circulus foi uma criação do multi-instrumentista Michael Thyak… e, desde o início, foi um grupo voltado para o resgate do lado mais psicodélico dos grupos de folk rock dos anos 60, com influências que vão desde o grande Incredible String Band até outras muito mais obscuras, como o seminal Jade, de Dave Waite & Marianne Segal, que lançou em 70 seu único álbum, a obra prima “Fly On Strangewings”.

A partir dessas inspirações, Michael Thyak criou um grupo de formações variadas… e eles lançariam em 1999 o seu primeiro registro, o EP “Giantism”… mas seria só em 2005 que eles chamariam a atenção com o álbum de estreia “A Lick on the tip of na envelope yet to be sent”, onde misturavam instrumentos tradicionais com guitarras e teclados contemporâneos, em meio a arranjos complexos e contracantos…

Tudo isso é acompanhado nos shows por um visual saído da Renascença ou do Barroco… mas combinado a uma rica tapeçaria psicodélica… infelizmente, os vocais e o harmonium de Lo Polidoro não seriam ouvidos no álbum de 2009, “Thoughts become reality”, pois ela seguiria em carreira solo, mas o Circulus continuou firme… e nós selecionamos um pouco do seu primeiro trabalho e também de “Clocks are like people”, de 2006…

Vocês ouviram o Circulus com “Miri it is”, “My body is made of sunlight”, “Power to the pixies”, “Wherever she goes”, “Willow tree” e “To the fields”.

O Art Rock fica por aqui… obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Rádio Educativa, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado…
Até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

JETHRO TULL

BG – BOURÉE

1. LIVING IN THE PAST – 5:07

2. ROCKS ON THE ROAD – 7:04

3. JOHN BARLEYCORN – 6:34

4. LOCOMOTIVE BREATH – 5:51

BG – LOOK INTO THE SUN

TOTAL: 24:36

CIRCULUS

BG – THE SCARECROW

5. MIRI IT IS – 2:37

6. MY BODY IS MADE OF SUNLIGHT – 3:55

7. POWER TO THE PIXIES – 6:14

8. WILLOW TREE – 4:56

9. WHEREVER SHE GOES – 4:18

10. TO THE FIELDS – 3:22

BG – ORPHEUS

TOTAL – 25:22

Total geral: 49:58

Ouça o Art Rock com o Jethro Tull & Circulus que foi ao ar no dia 12/02/2011, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *