Arquivo para Porcupine Tree

Porcupine Tree

Posted in Programas with tags on 17/04/2019 by Art Rock

“Boa noite, hoje teremos um programa com um dos grandes grupos da geração dos anos 90, que começou como uma banda imaginária, mas causou tanto impacto que acabaria se tornando real… o Porcupine Tree.

Já trouxemos outras vezes no programa esse grupo britânico que surgiu de uma brincadeira do guitarrista e vocalista Steven Wilson, que tinha inventado uma falsa banda dos anos 70, imitando o que havia sido feito para o filme “This is The Spinal Tap”… um passatempo que se converteria em um dos mais bem sucedidos grupos progressivos da sua geração.

E para começar o programa de hoje selecionamos faixas de dois álbuns da década de 90… primeiro “Signify” de 96, no qual Steven Wilson contou com a colaboração dos outros integrantes do grupo na composição das faixas… e o resultado mostrava a direção que o Porcupine Tree iria tomar daí em diante.

Em 99 sairia “Stupid Dream”, pela Snapper Records, e ele seria o álbum mais bem sucedido até então, consolidando a posição do grupo no cenário progressivo dos anos 90… vamos ouvir um pouco dessa fase de afirmação do Porcupine Tree, quando o tecladista Richard Barbieri, o baixista Colin Edwin e o baterista Chris Maitland se integraram e ajudaram a enriquecer a proposta musical inicial de Steven Wilson.

Vocês ouviram o Porcupine Tree com “Signify”, “Sever” e “Even Less”…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um pouco da fase de mudanças do Porcupine Tree, a partir da entrada do baterista Gavin Harrison, em 2002.

Depois da bem sucedida tour americana de 2001, o grupo conseguiu o seu primeiro contrato com uma grande gravadora, através do selo Lava da Atlantic Records… e, embora esses contratos costumem ser facas de dois gumes, eles também representam momentos de virada que aumentam a divulgação, facilitam a organização de excursões internacionais e abrem muitas oportunidades.

Já com o novo baterista, o Porcupine Tree se concentrou para gravar um novo álbum, “In Absentia”, um trabalho ambicioso que receberia até um lançamento especial em uma edição surround-sound e representava um redirecionamento musical, com o som do grupo ganhando mais peso e se voltando para o chamado metal progressivo…

Steven Wilson reconheceria a influência desse estilo, com o Porcupine Tree chegando a fazer uma excursão junto com o grande grupo sueco Opeth… e o álbum “In Absentia” seria muito bem recebido, tornando-se um dos discos essenciais do grupo… confiram um pouco desse trabalho premiado lançado em 2002.

Vocês ouviram “Blackest Eyes”, “Trains”, “Lips of Ashes”, “Wedding Nails” e “Futile”, com o Porcupine Tree…

O Art Rock fica por aqui, o programa foi criado por Vidal Costa e Beto Bittencourt, a produção e a apresentação são de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na Paraná Educativa, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com, ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin, lá você poderá fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

PORCUPINE TREE

BG – PIANO LESSONS

1. SIGNIFY – 3:25

2. SEVER – 5:31

3. EVEN LESS – 14:07

BG – PURE NARCOTIC

TOTAL – 23:03

PORCUPINE TREE

BG – DROWN WITH ME

4. BLACKEST EYES – 4:26

5. TRAINS – 5:56

6. LIPS OF ASHES – 4:39

7. WEDING NAILS – 6:34

8. FUTILE – 6:08

BG – STRIP THE SOUL

TOTAL: 27:42

TOTAL GERAL – 50:45

Ouça o Art Rock com Porcupine Tree que foi ao ar no dia 13/04/2019, clicando aqui.

Porcupine Tree

Posted in Programas with tags on 11/02/2015 by Artrock

“Boa noite… o programa de hoje será dedicado a um grupo inglês que começou como uma banda imaginária, mas acabou se transformando bem real e duradoura… o Porcupine Tree.

porcupine tree - on the sunday of life

Faz álbum tempo que não trazemos o Porcupine Tree no programa, por isso vale lembrar que eles surgiram em 1987 a partir de uma alugação do guitarrista e vocalista Steven Wilson, do No-Man… uma banda fictícia dos anos 70, no estilo do Spinal Tap… e com direito a biografia completa e até os álbuns, com faixas compostas e depois gravadas com a ajuda do amigo Malcolm Stocks.

porcupine tree - up the downstair

Era tudo apenas um passatempo… mas, em 89, Steven começou a levar a sério e enviou uma fita intitulada “Tarquin’s Seaweed Farm” para Richard Allen, editor da revista Freakbeat… o cassete tinha até um encarte com a “história” inventada para o Porcupine Tree, mas o que chamava a atenção era a qualidade da música… e logo o grupo seria convidado a participar do duplo “A psychedelic psauna”, do selo Delerium.

porcupine tree - the sky moves sideways

Richard Allen se tornaria o manager do Porcupine Tree… e, depois de alguns trabalhos lançados no cenário alternativo, ainda como fita cassete, o álbum “On the Sunday of Life” sairia oficialmente em 92, seguido em 93 por “Up the Donwstair”, que já contava com o baixista Collin Edwin e o tecladista Richard Barbieri (ex-Japan)… confiram um pouco desses álbuns e também de “The Sky Moves Sideways” de 95.

Vocês ouviram o Porcupine Tree com “On the Sunday of life”, “The nostalgia factory”, “Synesthesia”, “Stars die”, “The Moon touches your shoulder”…

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E nós vamos trazer mais um pouco do Porcupine Tree, que não encerrou atividades, mas entrou em um longo hiato depois da tour mundial de 2010…

porcupine tree - the incident

A partir da entrada do baterista Chris Maitland, para o álbum “The Sky moves sideways” o Porcupine Tree deixaria de ser um produto da criatividade de Steven Wilson e passaria a ser um grupo de verdade… seus álbuns seguintes já contavam com composições dos demais integrantes… algo que ficaria ainda mais presente em “Stupid Dream” de 99 e “Lightbulb Sun” de 2000.

Em 2002 a bateria mudaria de mãos, com a entrada de Gavin Harrison… mas, a essa altura, o grupo já havia se consolidado como um dos grandes nomes do prog rock contemporâneo… embora Steven Wilson não gostasse de ser classificado como progressivo, preferindo trabalhar sem a pressão de rótulos de qualquer espécie.

Desde 2011 os integrantes do grupo têm lançado álbuns solo ou participado de projetos paralelos… seu último registro de estúdio seria o álbum duplo “The Incident” de 2009, e é um pouco desse trabalho indicado para o Grammy e ganhador de várias premiações, que nós selecionamos para essa segunda parte do Art Rock de hoje.

Vocês ouviram o Porcupine Tree com “Great Expectations”, “Kneel and disconnect”, “Drawing the line”, “Time flies” e “Black Dahlia”…

O Art Rock fica por aqui… o programa tem a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com… ele foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin Volpão… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

PORCUPINE TREE

BG – THIS LONG SILENCE

1. ON THE SUNDAY OF LIFE – 2:08

2. THE NOSTALGIA FACTORY – 7:29

3. SYNESTHESIA – 5:11

4. STARS DIE – 5:01

5. THE MOON TOUCHES YOUR SHOULDER – 5:51

BG – NINE CATS

TOTAL – 25:40

PORCUPINE TREE

BG – OCTANE TWISTED

6. GREAT EXPECTATIONS – 1:26

7. KNEEL AND DISCONNECT – 2:03

8. DRAWING THE LINE – 4:43

9. TIME FLIES – 11:41

10. BLACK DAHLIA – 3:40

BG – FLICKER

TOTAL: 23:36

TOTAL GERAL – 49:16

Ouça o Art Rock com a Porcupine Tree que foi ao ar no dia 07/02/2015, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Transatlantic & Porcupine Tree

Posted in Programas with tags , on 28/10/2009 by Artrock

“Boa noite, antes de começar o programa nós gostaríamos de deixar um aviso da parte do grupo Syd Bach… um veterano do progressivo curitibano dos anos 80 que voltou à atividade e está precisando de um baterista… e se você é um batera com inspiração progressiva e está interessado é só entrar em contato com o Nico pelo e-mail valvulado@hotmail.comou pelo telefone 9988-1828.

E agora vamos seguir com o programa de hoje, que será com um dos mais importantes super-grupos progressivos da atualidade… o genial Transatlantic… que foi formado em 99, como um projeto do baterista Mike Portnoy do Dream Theatre e do vocalista e tecladista Neal Morse do Spock’s Beard… e, inicialmente, deveria ter o guitarrista Jim Matheos do Fates Warning… mas ele não pôde participar e quem acabou entrando para o projeto foi o veterano Roine Stolt, do Flower Kings e do grupo prog. sueco Kaipa.

bridgeacrossforever

 

Para completar o time eles chamaram o baixista Pete Trewavas do Marillion… e o resultado desse encontro foi uma mistura das mais diversas tendências progressivas que se cristalizaram em dois álbuns “SMPT” de 2000 e “Bridge Across Forever” de 2001… mas, infelizmente, apesar da boa repercussão, o Transatlantic não foi muito além disso.

Em 2003, Neal Morse anunciou que iria se dedicar a um prog. rock cristão, deixando tanto o Spock’s Beard como o Transatlantic… e grupo acabaria se separando… mas eles voltaram a se reunir no começo de 2009, e o resultado foi o álbum conceitual “The Whirlwind”… que a gente vai trazer aqui em outro programa… por hoje fiquem com uma suíte genial, extraída de “Bridge Across Forever”, de 2001.

Vocês ouviram o Transatlantic com a suíte “Duel with the Devil”, do álbum “Bridge Across Forever”, de 2001

A gente volta já!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer um dos melhores grupos da geração progressiva inglesa dos 90… o Porcupine Tree.

Formado em 1987, o Porcupine Tree era para ser uma brincadeira do guitarrista e vocalista Steven Wilson, do No-Man… no estilo do Spinal Tap… uma gozação sobre um super-grupo fictício dos anos 70… e ele inventou a biografia e discografia completas, além compor e gravar algumas músicas… que acabaram sendo descobertas, o que forçou Steven a encarar a coisa toda a sério, lançando em 92 o álbum “On the Sunday of Life”.

deadwing

No fim, o Porcupine Tree se tornaria um grupo de verdade, contando com o baixista Collin Edwin, o baterista Chris Maitland e o tecladista Richard Barbieri, ex-Japan… e eles estão em atividade até hoje, com mais de uma dúzia de álbuns de estúdio e uma posição de prestígio entre as grandes bandas progressivas atuais… algo que Steven Wilson nem poderia imaginar quando começou essa história, há mais de 20 anos.

O Porcupine Tree está com um novo álbum… “The Incident”, que acabou de sair… e eles estão em plena tour mundial, com casas lotadas, mostrando que, às vezes, as brincadeiras podem virar algo muito sério… e para o programa de hoje nós selecionamos faixas do álbum de 2005, o excelente “Deadwing”…

Vocês ouviram o Porcupine Tree com “Deadwing”, “The Start of Something Beautiful” e “Glass arm shattering”.

Art Rock fica por aqui, obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na Paraná Educativa, 97,1…
Visite o Blog do Art Rock em https://artrock.wordpress.com, que é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você vai poder fazer downloads do conteúdo do programa e deixar o seu recado…

E vamos lembrar mais uma vez que o grupo Syd Bach, um veterano do prog. curitibano dos anos 80, está voltando à atividade e a procura de um baterista… o contato é com o Nico pelo e-mail valvulado@hotmail.comou pelo telefone 9988-1828… até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

TRANSATLANTIC

BG – SUITE CHARLOTTE PIKE

1.    DUEL WITH THE DEVIL – 26:44

BG – STRANGER IN YOUR SOUL

TOTAL: 26:44

PORCUPINE TREE

BG – SHALOW

1.    DEADWING – 9:46

2.    THE START OF SOMETHING BEAUTIFUL – 7:40

3.    GLASS ARM SHATERING – 6:19

BG – SHE’S MOVED ON

TOTAL – 23:45

Total geral: 50:29

Ouça o Art Rock com Transatlantic & Porcupine Tree, que foi ao ar no dia 18/10/2009, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *