Arquivo para Roger Waters

Roger Waters

Posted in Programas with tags on 01/11/2018 by Art Rock

“Boa noite, como não podia deixar de ser, o programa de hoje será com uma figura genial que está excursionando pelo Brasil, com shows em várias cidades, inclusive Curitiba… o grande poeta da angústia e do existencialismo, Roger Waters do Pink Floyd.

Naturalmente não é preciso perder tempo apresentando essa figura genial, pois não há fã do rock, e em especial do progressivo, que não tenha álbuns do Pink Floyd entre os seus favoritos… e, desde a saída de Syd Barrett em 1968, Roger Waters acabaria assumido o controle do grupo, tornando-se a grande força criativa por trás de álbuns clássicos como “The Dark Side of the Moon”, “Wish You Were Here”, “Animals” e “The Wall”.

Apesar de terem menos impacto do que suas obras-primas com o Floyd, os trabalhos solo de Roger mantiveram a sua proposta criativa, com climas sonoros que conduzem narrativas cheias de conteúdo crítico, sempre trabalhando temas que se entrelaçam com as muitas faces da nossa angustiante realidade… foi assim com “Amused to Death” de 92 e novamente com “Is This the Life We Really Want” de 2017, seu primeiro álbum de estúdio em 25 anos.

Depois de realizar a mais bem sucedida excursão solo da história do rock… a “Wall Live” tour entre 2010 e 2013… Roger resolveu voltar à carga para condenar a ascensão dos movimentos autoritários no mundo… sempre político, ele não poderia ficar de fora dessa briga e a tour “Us + Them” foi o resultado… vamos começar conferindo um pouco de um bootleg gravado no final de 2016, no começo dessa tour memorável…

Vocês ouviram Roger Waters com “Money”, “Us and Them” e “Pigs (Three Different Ones)”… três curtos momentos de um show de quase três horas no Desert Trip Music Festival, realizado no Indio Empire Polo Club, na Califórnia, em 9 de outubro de 2016.

A gente volta já…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vocês vão poder conferir um pouco do álbum “Is This the Life We Really Want”, que Roger Waters lançou em 2017, mais um belo libelo desse grande músico que é responsável por alguns dos momentos mais marcantes do rock dos anos 70…

Desde o começo, a tour “Us + Them” causou grande polêmica, pois aparentemente muitos tinham resolvido esquecer qual era o posicionamento político de Roger Waters, sua defesa intransigente da democracia acima de tudo e da crítica implacável que ele sempre havia feito a qualquer forma de autoritarismo ou totalitarismo.

Durante os shows nos Estados Unidos sua crítica mordaz foi voltada claramente para os extremismos do recém-eleito presidente Donald Trump… e, em sua passagem pelo Brasil, Roger repetiu a dose, atraindo a antipatia de muitos que parece que também não sabiam do seu ativismo… foi vaiado, mas também foi muito aplaudido, mostrando que, onde quer que vá, encontra plateias dividas em seu posicionamento como indivíduos, mas unidas na sua apreciação pelo talento desse grande nome do rock.

Roger Waters nunca escondeu suas posições… ele celebrou a queda do Muro de Berlin, mas foi a Israel criticar o Muro da Cisjordânia, sua luta sempre foi contra a opressão das liberdades em quaisquer sistemas políticos ou econômicos… ele não está de um lado ou de outro, aliás, esse é o tema dessa excursão: não existe isso de Nós e Eles… ele prefere Nós + Eles…isso é: todos… o que ele critica é a defesa da violência, da exclusão, do preconceito… e esse é também o tema do álbum “Is This the Life We Really Want”…

Vocês ouviram “Déjà Vu”, “The Last Refugee”, “Broken Bones”, “Smell the Roses” e “Wait for Her” com o genial Roger Waters.

O Art Rock fica por aqui, o programa foi criado por Vidal Costa e Beto Bittencourt, a produção e a apresentação foram de Vidal Costa e a edição de Reinaldo Vilas Boas… obrigado pela audiência e continuem na Paraná Educativa, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin, lá você poderá fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… … tenham uma boa noite e até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

ROGER WATERS

BG – LIFT ME UP

1. MONEY – 6:25

2. US AND THEM – 7:57

3. PIGS (THREE DIFFERENT ONES) 11:30

BG – RHYTHM OF LOVE

TOTAL: 25:52

ROGER WATERS

BG – BIRD IN A GALE

1. DÉJÀ VU – 4:28

2. THE LAST REFUGEE – 4:15

3. BROKEN BONES – 4:57

4. SMELL THE ROSES – 5:18

5. WAIT FOR HER – 4:56

BG – THE MOST BEAUTIFUL GIRL

TOTAL: 23:53

TOTAL GERAL – 49:45

Ouça o Art Rock com Roger Waters que foi ao ar no dia 27/10/2018, clicando aqui.

Pink Floyd & Roger Waters

Posted in Programas with tags , on 03/02/2017 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos atender a pedidos e começar trazendo um pouco do álbum “Animals”, do grande Pink Floyd…

1

Gravado no momento em que começavam as tensões dentro do grupo, “Animals” era um álbum conceitual que foi além da crítica existencialista para tomar uma atitude mais agressiva, tanto no social como no político, inspirando-se na clássica obra “Animal Farm” de George Orwell para construir uma metáfora social, onde vemos a humanidade reduzida à sua natureza primitiva, como cães, ovelhas e porcos…

Em resposta às críticas que o movimento punk estava fazendo às grandes bandas de rock, em especial às progressivas, o Floyd mostrava que estava longe da complacência, neste que seria o primeiro álbum do grupo em que Roger Waters impôs a sua visão, dominando o aspecto criativo com uma poética amarga, mas que não se rendia ao niilismo.

O grande impacto do álbum e a repercussão de incidentes durante a tour mundial foram em parte catalizadores para a próxima grande obra do grupo, o duplo “The Wall”… mas nós vamos conferir um pouco da atualidade da temática de “Animals”, que continuaria a ser pertinente nesta nossa decepcionante realidade…

Vocês ouviram o Pink Floyd com “Pigs on the wing, pt.1”, “Pigs (three different ones)” e “Sheep”… todas do álbum “Animals”, que está completando 40 anos em 2017…

A gente volta já.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora vamos trazer outro momento da carreira de Roger Waters, agora com o seu último trabalho solo dos anos 90, o álbum “Amused to Death”…

2

Na esteira do grande sucesso com transmissão mundial da sua apresentação da ópera rock “The Wall” em Berlin, em 1990, pouco tempo depois da queda do muro, Roger Waters sentiu que sua carreira estava voltando para o centro das atenções, depois de ter perdido sua luta na justiça pelos direitos do nome Pink Floyd para os seus antigos companheiros de grupo.

Animado, Roger começaria a trabalhar no seu próximo álbum solo, “Amused to Death”, com o nome inspirado na obra do genial teórico americano Neil Postman… e ele contou com inúmeros colaboradores, incluindo Rita Coolidge, Jeff Porcaro, P.P. Arnold, Don Henley e muitos outros… o álbum seria muito bem recebido, mas não chegaria a ser promovido com uma tour e nunca atingiu um status cult entre os fãs.

Em 2015, seria lançada uma versão remasterizada e remixada, incluindo até a participação de Jeff Beck na guitarra… essa versão chegaria a ganhar um Grammy de melhor álbum com Som Surrond… e, no final de 2016, enquanto anunciava um novo álbum de estúdio, Roger resgatava o som do álbum “Animals” para declarar o começo da Resistência ao novo presidente dos EUA… mas isso fica para outro programa, para fechar o Art Rock de hoje nós selecionamos um pouco de “Amused to Death”.

Vocês ouviram “What God want’s, Pt.1”, “The bravery of being out of range”, “Watchng TV” e “Amused to Death”, todas faixas da versão remasterizada de 2015 do álbum “Amused to Death” de Roger Waters…

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você poderá fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… tenham uma boa noite e até a semana que vem.”

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

The resistance begins today

E fazendo a nossa parte nesse começo da Resistência, divulgamos o vídeo do Roger Waters na cidade do México com a música do Animals e o inominável presidente do Império de “Big Pig”. Ele acrescentou o vídeo no dia da posse com a mensagem: The resistance begins today…

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

PINK FLOYD

BG – DOGS

1. PIGS ON THE WING, PT.1 – 1:26

2. PIGS (THREE DIFFERENT ONES) – 11:26

3. SHEEP – 10:19

BG – PIGS ON THE WING, PT.2

TOTAL – 23:09

ROGER WATERS

BG – IT’S A MIRACLE

4. WHAT GOD WANTS, PT.1 – 6:00

5. THE BRAVERY OF BEING OUT OF RANGE – 4:45

6. WATCHING TV – 6:07

7. AMUSED TO DEATH – 9:07

BG – WHAT GOD WANTS, PT.2

TOTAL: 25:58

TOTAL GERAL – 49:07

Ouça o Art Rock com Pink Floyd & Roger Waters que foi ao ar no dia 28/01/2017, clicando aqui.

Roger Waters & Van der Graaf Generator

Posted in Programas with tags , on 05/07/2011 by Artrock

“Boa noite, hoje vamos trazer duas lendas do rock progressivo que estão em plena atividade e com boas novas para os seus fãs…

Vamos começar com Roger Waters… o baixista do grande Pink Floyd… que está em plena tour mundial, com uma apresentação antológica do clássico “The Wall”, cheia de efeitos extraordinários na projeção sobre o lendário muro que se ergue durante do show para ser derrubado no seu clímax… e, como se isso tudo não fosse o suficiente, essa nova excursão de Roger já trouxe uma das surpresas do ano… uma reunião com Nick Mason & David Gilmour durante a apresentação do último dia 12 de maio…

Essa foi a primeira vez que os três membros restantes do Pink Floyd tocaram juntos desde o Live 8, em 2005… embora Roger e David tenham tocado juntos em um show beneficente em julho de 2010… mas esse novo encontro, agora com o batera Nick Mason, dá esperança de que um retorno do Floyd possa acontecer… principalmente depois que foi anunciada a nova série de relançamentos dos álbuns clássicos do grupo em edições com faixas extras, em uma super-boxset intitulada “Why Pink Floyd…?”

Essa caixa destinada a levar muitos colecionadores à falência vai sair em três edições… de descoberta, só com os discos, de imersão com CD, DVD, Blu-ray e acessórios… e ainda experiência, com os álbuns lançados em formato clássico e com um disco extra de material inédito… mas enquanto isso não chega para nós, vamos ouvir um pouco de “Is it the fifth”, uma coletânea extraoficial de Roger Waters, que reúne faixas de compacto e temas de trilha sonora…

Vocês ouviram Roger Waters, com “Get back to radio”, “Hello (I love you)”, “To kill the child” e “Leaving Beirut”… faixas da coletânea bootleg “Is it the fifth”, de 2010…

A gente volta já!

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

E agora teremos no programa outra bela surpresa de 2011… o novo álbum do genial Van Der Graaf Generator de Peter Hammill…

O grande Van Der Graaf é figura frequente no Art Rock e dispensa maiores apresentações, pois é um dos nomes consagrados do prog. inglês dos anos 70, com álbuns clássicos como “Pawn Hearts”, “Godbluff” e “Still life”, entre outros… mas o seu retorno em 2005 surpreendeu até mesmo os seus fãs mais fervorosos, pois foi uma volta totalmente inesperada… e ainda por cima com o brilhante álbum-duplo “Present”, um trabalho digno da sua fase mais celebrada.

Em 2006 o saxofonista David Jackson deixou o grupo, mas o restante da formação clássica resolveu seguir em frente… e o álbum “Trisector” de 2008 seria gravado pelo trio formado por Peter Hammill na guitarra e vocais, Hugh Banton na bateria e Guy Evans no baixo… mas o resultado manteve a mesma sonoridade tensa, em que a melodia parece sempre a ponto de se romper em meio às intervenções marcantes da voz sempre angustiada de Hammill.

E eles estão aí com outro grande trabalho… “A Grounding in Numbers”… um álbum mais coeso do que o anterior, conservando a mesma poética truncada que combina perfeitamente com uma sonoridade que nega à ser prisioneira de definições e qualificações fáceis… e essa é justamente a essência do velho Van der Graaf Generator… e o que faz com que ele ainda seja essencial…

Vocês ouviram o Van der Graaf Generator com “Your time starts now”, “Mathematics”, “Highly strung”, “Bunsho”, “Medusa” e “Mr. Sands”… faixas do seu álbum “A grounding in numbers” de 2011.

O Art Rock fica por aqui… o programa teve a produção de Vidal Costa e de Beto Bittencourt, a apresentação de Vidal Costa e a edição de Abílio Henrique… obrigado pela audiência, tenham uma boa noite e continuem na É Paraná, 97.1… visite o nosso Blog em https://artrock.wordpress.com… que foi idealizado e é administrado pela nossa querida amiga Ana Barbara Vicentin… lá você pode fazer downloads do conteúdo do programa e também deixar o seu recado… Até a semana que vem. “

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

ROGER WATERS

BG – GOING TO LIVE IN L.A.

1. GET BACK TO RADIO – 4:43

2. HELLO (I LOVE YOU) – 4:33

3. TO KILL THE CHILD – 3:32

4. LEAVING BEIRUT – 12:31

BG – LOST BOYS CALLING

TOTAL – 25:19

VAN DER GRAAF GENERATOR

BG – ALL OVER THE PLACE

1. YOUR TIME STARTS NOW – 4:14

2. MATHEMATICS – 3:38

3. HIGHLY STRUNG – 3:36

4. BUNSHO – 5:02

5. MEDUSA – 2:12

6. MR SANDS – 5:22

BG – SPLINK

TOTAL – 24:04

TOTAL GERAL: 49:23

Ouça o Art Rock com o Roger Waters Van der Graaf Generator que foi ao ar no dia 28/05/2011, clicando aqui.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *